Grau de execução das obras do PIIM considerado satisfatório

  • Projecto do PIIM
Sumbe - O grau de execução física e financeira das obras do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM), na província do Cuanza Sul é satisfatório, afirmou, esta sexta-feira, o director provincial de Infra-estruturas e Serviços Técnicos, Heitor Alfredo.

À margem de um encontro presidido pelo governador Job Capapinha, reunindo empreiteiros, administradores municipais, fornecedores de materiais e fiscais, o responsável justificou a sua afirmação pelo facto da execução física das obras, de forma global, estar em 60 por cento e a financeira em 50.

“O PIIM decorre bem, atendendo a dinâmica dos empreiteiros na conclusão das obras, previstas para o mês de Julho do corrente ano”, reforçou.

Já os empreiteiros foram unânimes em dizer que têm tido algumas dificuldades na compra de material de construção, porque os preços têm aumentado vertiginosamente, o que dificulta o cumprimento das obrigações com o Estado.

Por isso, solicitaram um reforço financeiro, cujo montante não foi revelado, com vista a evitarem interrupções.

Na província do Cuanza Sul, estão inscritos, no âmbito do PIIM, 111 projectos, dos quais 94 estão em execução, avaliados em Kz 35 mil milhões 162 milhões, 958 mil e 59 cêntimos.

Até ao momento, entre outros, foram já inauguradas, no âmbito do PIIM, sete escolas, prevendo-se outros equipamentos sociais, nos próximos dias, nos municípios da Quilenda e Quibala.

À margem de um encontro presidido pelo governador Job Capapinha, reunindo empreiteiros, administradores municipais, fornecedores de materiais e fiscais, o responsável justificou a sua afirmação pelo facto da execução física das obras, de forma global, estar em 60 por cento e a financeira em 50.

“O PIIM decorre bem, atendendo a dinâmica dos empreiteiros na conclusão das obras, previstas para o mês de Julho do corrente ano”, reforçou.

Já os empreiteiros foram unânimes em dizer que têm tido algumas dificuldades na compra de material de construção, porque os preços têm aumentado vertiginosamente, o que dificulta o cumprimento das obrigações com o Estado.

Por isso, solicitaram um reforço financeiro, cujo montante não foi revelado, com vista a evitarem interrupções.

Na província do Cuanza Sul, estão inscritos, no âmbito do PIIM, 111 projectos, dos quais 94 estão em execução, avaliados em Kz 35 mil milhões 162 milhões, 958 mil e 59 cêntimos.

Até ao momento, entre outros, foram já inauguradas, no âmbito do PIIM, sete escolas, prevendo-se outros equipamentos sociais, nos próximos dias, nos municípios da Quilenda e Quibala.