Ende expande ligações domésticas

  • Clientes efectuaram ligações directas, alterando o funcionamento do contador e a ENDE cortou
Ondjiva - Quatrocentas e 47 novas ligações domiciliares de energia eléctricas foram efectuadas no decurso dos últimos seis meses, em diferentes municípios da província do Cunene , no âmbito do projecto de expansão da rede da Empresa Nacional de Distribuição de Electricidade (ENDE).

O projecto, em curso desde Março, abrangeu 305 residências do município do Cuanhama, 80 na Cahama, 40 em Ombadja e 22 no Namacunde, conforme fez saber, nesta sexta-feira, o director provincial da ENDE, Francisco Fernando.

De acordo com a fonte, no período em causa foram instalados 163 contadores pré pagos, assim como três novos Postos de Transformação (PTs), com a  potência de 250 KVA , mediante  a rede de média e baixa tensão, que beneficiou o hospital de campanha da COVID- 19, Centro de Saúde do bairro Naipalala e localidade de Onangoshi.

Sublinhou que os novos postos de transformação vão ainda alimentar as zonas não abrangidas e a expansão da rede de fornecimento de energia eléctrica às populações locais.

Francisco Fernando avançou que, paralelamente ao processo de electrificação, decorre também uma campanha de negociação das dívidas e mobilização massiva de novos clientes, que estão já a celebrar contratos com a Ende, para o fornecimento de energia eléctrica.

Para incentivar ao pagamento regular, disse que têm sido realizadas campanhas de sensibilização e, em certos casos, efectuados cortes.

Fez saber que o não pagamento das dívidas pelos clientes tem causado transtorno no contínuo processo de electrificação de outros bairros e manter o fornecimento de energia com qualidade, devido a aquisição dos materiais e acessórios.

A ENDE no Cunene controla 17 mil 860 clientes, destes 13 mil 345 do sistema pós pago e 451 pré pago, distribuídos pelos  municípios do Cuanhama, Cahama, Ombadja e Namacunde.

 

 

O projecto, em curso desde Março, abrangeu 305 residências do município do Cuanhama, 80 na Cahama, 40 em Ombadja e 22 no Namacunde, conforme fez saber, nesta sexta-feira, o director provincial da ENDE, Francisco Fernando.

De acordo com a fonte, no período em causa foram instalados 163 contadores pré pagos, assim como três novos Postos de Transformação (PTs), com a  potência de 250 KVA , mediante  a rede de média e baixa tensão, que beneficiou o hospital de campanha da COVID- 19, Centro de Saúde do bairro Naipalala e localidade de Onangoshi.

Sublinhou que os novos postos de transformação vão ainda alimentar as zonas não abrangidas e a expansão da rede de fornecimento de energia eléctrica às populações locais.

Francisco Fernando avançou que, paralelamente ao processo de electrificação, decorre também uma campanha de negociação das dívidas e mobilização massiva de novos clientes, que estão já a celebrar contratos com a Ende, para o fornecimento de energia eléctrica.

Para incentivar ao pagamento regular, disse que têm sido realizadas campanhas de sensibilização e, em certos casos, efectuados cortes.

Fez saber que o não pagamento das dívidas pelos clientes tem causado transtorno no contínuo processo de electrificação de outros bairros e manter o fornecimento de energia com qualidade, devido a aquisição dos materiais e acessórios.

A ENDE no Cunene controla 17 mil 860 clientes, destes 13 mil 345 do sistema pós pago e 451 pré pago, distribuídos pelos  municípios do Cuanhama, Cahama, Ombadja e Namacunde.