Executivo quer participação da juventude no desenvolvimento do país

  • Ministra da Juventude e Desportos, Ana Paula do Sacramento Neto
Luanda – A ministra da Juventude e Desportos, Ana Paula do Sacramento Neto, afirmou, neste sábado, ser pretensão do Executivo reforçar os mecanismos tendentes a intensificar o estudo, investigação e divulgação das acções ligadas a defesa e segurança nacional.

Segundo a governante, que falava na cerimónia de lançamento ciclo formativo sobre Educação Patriótica, é necessário continuar a mobilizar os jovens para a adopção de comportamentos que promovam o bem-estar social dos angolanos.

A intenção, disse a ministra, é dar sequência as acções destinadas ao desenvolvimento integral da juventude, tendo sempre em conta a mobilização para a adopção de comportamentos mais éticos, saudáveis, inclusivos e participativos.

Ana Paula do Sacramento Neto fez menção a necessidade do envolvimento dos jovens nos objectivos da democracia participava e social.

Por seu turno, o secretário de Estado da Defesa Nacional, José Maria de Lima, destaca como mais-valia o facto de os jovens defenderem a inclusão de temática no currículo escolar matérias sobre educação patriótica.

Inserido no Projecto Mais Cidadania, Mais Angola, o ciclo de formação visa, entre outros objectivos, contribuir para a intensificação do estudo, investigação, divulgação e ensino aos jovens das questões de Defesa e Segurança Nacional.

Segundo a governante, que falava na cerimónia de lançamento ciclo formativo sobre Educação Patriótica, é necessário continuar a mobilizar os jovens para a adopção de comportamentos que promovam o bem-estar social dos angolanos.

A intenção, disse a ministra, é dar sequência as acções destinadas ao desenvolvimento integral da juventude, tendo sempre em conta a mobilização para a adopção de comportamentos mais éticos, saudáveis, inclusivos e participativos.

Ana Paula do Sacramento Neto fez menção a necessidade do envolvimento dos jovens nos objectivos da democracia participava e social.

Por seu turno, o secretário de Estado da Defesa Nacional, José Maria de Lima, destaca como mais-valia o facto de os jovens defenderem a inclusão de temática no currículo escolar matérias sobre educação patriótica.

Inserido no Projecto Mais Cidadania, Mais Angola, o ciclo de formação visa, entre outros objectivos, contribuir para a intensificação do estudo, investigação, divulgação e ensino aos jovens das questões de Defesa e Segurança Nacional.