Gabinete de Acção Social no Uíge reforça sensibilização

Uíge - O Gabinete de Acção Social e Igualdade do Género na província do Uíge anunciou, nesta quinta-feira, o reforço das acções de sensibilização para a redução dos casos de violência doméstica nessa região.

Dados disponíveis indicam que, em 2020, registaram-se 196 casos de violência doméstica, menos 32 casos em relação ao ano 2019.

Segundo a responsável do sector, Rosária Alfredo, que falava à propósito dos casos de violência doméstica, receberam 161 denúncias de mulheres e 35 de homens queixando-se dos parceiros/as.

Justificou que a redução dos casos é resultado das acções de sensibilização nas comunidades.

A responsável apontou a fuga à paternidade, abandono familiar e a prestação de alimentos como os casos mais frequentes nessa localidade.

Rosária Alfredo exortou as igrejas e a sociedade civil a se empenharem cada vez mais na educação e socialização dos casais para reduzir o número de crianças na rua.

Em relação as mulheres, Rosária da Conceição Alfredo incentivou-as a continuar a trabalhar no campo, entre outras actividades, para o reforço do sustento das famílias.

 

 

 

Dados disponíveis indicam que, em 2020, registaram-se 196 casos de violência doméstica, menos 32 casos em relação ao ano 2019.

Segundo a responsável do sector, Rosária Alfredo, que falava à propósito dos casos de violência doméstica, receberam 161 denúncias de mulheres e 35 de homens queixando-se dos parceiros/as.

Justificou que a redução dos casos é resultado das acções de sensibilização nas comunidades.

A responsável apontou a fuga à paternidade, abandono familiar e a prestação de alimentos como os casos mais frequentes nessa localidade.

Rosária Alfredo exortou as igrejas e a sociedade civil a se empenharem cada vez mais na educação e socialização dos casais para reduzir o número de crianças na rua.

Em relação as mulheres, Rosária da Conceição Alfredo incentivou-as a continuar a trabalhar no campo, entre outras actividades, para o reforço do sustento das famílias.