Governador reitera unificação das aldeias para instalação de projectos sociais

Saurimo – O governador provincial da Lunda Sul, Daniel Neto, reiterou, nesta quinta-feira, a necessidade de se unificar as aldeias, bairros e demais localidades do município do Muconda, com vista a evitar a dispersão e permitir a instalação de empreendimentos sociais.

Segundo o governante, que falava durante uma reunião com as autoridades tradicionais do Muconda, é  necessário que as autoridades tradicionais entendam a importância da unificação, na medida em que promove o bem-estar dos aldeões.

Sublinhou que urge a necessidade dos sobas, regedores, administradores municipais e comunais trabalharem unidos na sensibilização da população, para que haja sucesso nesta empreitada, uma vez que muitos ainda resistem, porque poderão perder a autoridade que tinham neste ou naquele bairro.

O governante fez saber que o governo local, no âmbito do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM), está a construir escolas, postos de saúde, bloco operatório, expansão da rede eléctrica, sistemas de água, entre outros serviços sociais, nas quatro comunas do Muconda.

Conforme o responsável, algumas obras estarão concluídas ainda este ano e vão ajudar a reduzir a superlotação nas salas de aulas e evitar a transferência de pacientes para os hospitais do município de Saurimo, por falta de bloco operatório na circunscrição.

O município do Muconda, localizado a 190 quilómetros de Saurimo, possui 36 mil e 585 habitantes, distribuídos em 11 regedorias, 18 bairros, 12 povoações e 28 aldeias.

É constituído por quatro comunas, designadamente Muconda, Cassai Sul, Muriege e Chiluange.

 

Segundo o governante, que falava durante uma reunião com as autoridades tradicionais do Muconda, é  necessário que as autoridades tradicionais entendam a importância da unificação, na medida em que promove o bem-estar dos aldeões.

Sublinhou que urge a necessidade dos sobas, regedores, administradores municipais e comunais trabalharem unidos na sensibilização da população, para que haja sucesso nesta empreitada, uma vez que muitos ainda resistem, porque poderão perder a autoridade que tinham neste ou naquele bairro.

O governante fez saber que o governo local, no âmbito do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM), está a construir escolas, postos de saúde, bloco operatório, expansão da rede eléctrica, sistemas de água, entre outros serviços sociais, nas quatro comunas do Muconda.

Conforme o responsável, algumas obras estarão concluídas ainda este ano e vão ajudar a reduzir a superlotação nas salas de aulas e evitar a transferência de pacientes para os hospitais do município de Saurimo, por falta de bloco operatório na circunscrição.

O município do Muconda, localizado a 190 quilómetros de Saurimo, possui 36 mil e 585 habitantes, distribuídos em 11 regedorias, 18 bairros, 12 povoações e 28 aldeias.

É constituído por quatro comunas, designadamente Muconda, Cassai Sul, Muriege e Chiluange.