Governante repudia vandalização de bens públicos na Lunda Sul

  • Moxico: Torneiras vandalizadas no Complexo Escolar N338 Camarada Tchifuchi
Saurimo – o vice-governador para o sector Técnico e Infra-estruturas, Evanerson Kaputu, condenou, esta segunda-feira, na cidade de Saurimo (Lunda Sul), a vandalização de bens públicos.

Em declarações à ANGOP a propósito dos actos de vandalismo que se registam na região, Evanerson Kaputu lamentou a atitude dos cidadãos, sobretudo jovens, que, com frequência, enveredam por esta prática, com destaque para a destruição e roubo de materiais eléctricos, contadores de água, janelas e portas de escolas e de centros de saúde.

Evanerson Kaputu  pediu aos órgãos policiais e judiciais a continuarem a trabalhar na responsabilização criminal dos supostos criminosos, apelando a população do município de Saurimo a cultivar o espírito de denúncia contra os actos que comprometem a paz social.

“Todos somos chamados a cuidar dos bens e patrimónios públicos e privados, porque são caros e servem a sociedade”, acrescentou.

Recentemente, o governo local definiu estratégias para combater os referidos crimes, a nível da província.

O plano passa pela rapidez e maior colaboração entre os órgãos de justiça, para permitir a rapidez na investigação e consequentemente julgamento, publicidade dos referidos crimes para desencorajar outras pessoas, bem como a criação do portal do munícipe.

 

Em declarações à ANGOP a propósito dos actos de vandalismo que se registam na região, Evanerson Kaputu lamentou a atitude dos cidadãos, sobretudo jovens, que, com frequência, enveredam por esta prática, com destaque para a destruição e roubo de materiais eléctricos, contadores de água, janelas e portas de escolas e de centros de saúde.

Evanerson Kaputu  pediu aos órgãos policiais e judiciais a continuarem a trabalhar na responsabilização criminal dos supostos criminosos, apelando a população do município de Saurimo a cultivar o espírito de denúncia contra os actos que comprometem a paz social.

“Todos somos chamados a cuidar dos bens e patrimónios públicos e privados, porque são caros e servem a sociedade”, acrescentou.

Recentemente, o governo local definiu estratégias para combater os referidos crimes, a nível da província.

O plano passa pela rapidez e maior colaboração entre os órgãos de justiça, para permitir a rapidez na investigação e consequentemente julgamento, publicidade dos referidos crimes para desencorajar outras pessoas, bem como a criação do portal do munícipe.