Huambo ganha novo sistema de captação de água

  • Sistema de captação de água
Huambo – A cidade do Huambo conta, desde este sábado, com um novo sistema de captação de água, com capacidade de bombear 46 mil metros cúbicos por dia, a partir do rio Kunhongamua.

A infra-estrutura inaugurada pela ministra de Estado para a Área Social, Carolina Cerqueira, no quadro das comemorações do 45 aniversário da independência nacional, vai beneficiar cerca de um milhão e 65 mil consumidores.

O empreendimento, cuja construção teve início em 2016, segundo o Presidente do Conselho de Administração da empresa de Água, Adolfo Elias Gomes, integra ainda os centros de distribuição de água nas zonas do Quartel-General da Região Militar Centro, escola Deolinda Rodrigues, assim como nos bairros Belém e São João.

Constituído por dois lotes, os trabalhos estiveram orçados em USD 163 milhões, 640 mil e 519, sendo que no lote 1, o custo foi de USD 72 milhões e 471 mil, e destinou-se à construção do novo sistema de captação, tratamento, transmissão e reservatório.

Já no lote 2, orçado em USD 91 milhões, 169 mil e 443, foram executadas obras de construção dos centros de distribuição, reservatórios com cinco mil metros cúbicos de capacidade e uma estação elevatória.

Adolfo Elias Gomes informou, igualmente, que no lote 2 foi construído um reservatório elevado a 15 metros, com 500 metros cúbicos, sistemas de cloragem, construção de 315 quilómetros de rede de distribuição e 21 mil ligações domiciliares.

No entanto, referiu que outros investimentos estão a ser efectuados no sentido de se ampliar o número de ligações domiciliares nesta cidade.

A empresa tem, actualmente, cadastrados, 21 mil clientes.

A cerimónia de inauguração desta central, que vem reforçar o abastecimento à cidade do Planalto Central, contou com as presenças dos ministros da Energia e Águas, João Baptista Borges, Administração do Território, Marcy Lopes, Educação, Luisa Grilo, Saúde, Sílvia Lutucuta, assim como da governadora local, Lotti Nolika, entre outros responsáveis.

A cidade do Huambo é a capital da província com o mesmo nome, onde residem perto de 800 mil habitantes, dos dois milhões e 309 mil e 809 cidadãos que habitam no Planalto Central de Angola.

Angola celebra a 11 de Novembro o seu 45 aniversário da independência nacional.

 

 

A infra-estrutura inaugurada pela ministra de Estado para a Área Social, Carolina Cerqueira, no quadro das comemorações do 45 aniversário da independência nacional, vai beneficiar cerca de um milhão e 65 mil consumidores.

O empreendimento, cuja construção teve início em 2016, segundo o Presidente do Conselho de Administração da empresa de Água, Adolfo Elias Gomes, integra ainda os centros de distribuição de água nas zonas do Quartel-General da Região Militar Centro, escola Deolinda Rodrigues, assim como nos bairros Belém e São João.

Constituído por dois lotes, os trabalhos estiveram orçados em USD 163 milhões, 640 mil e 519, sendo que no lote 1, o custo foi de USD 72 milhões e 471 mil, e destinou-se à construção do novo sistema de captação, tratamento, transmissão e reservatório.

Já no lote 2, orçado em USD 91 milhões, 169 mil e 443, foram executadas obras de construção dos centros de distribuição, reservatórios com cinco mil metros cúbicos de capacidade e uma estação elevatória.

Adolfo Elias Gomes informou, igualmente, que no lote 2 foi construído um reservatório elevado a 15 metros, com 500 metros cúbicos, sistemas de cloragem, construção de 315 quilómetros de rede de distribuição e 21 mil ligações domiciliares.

No entanto, referiu que outros investimentos estão a ser efectuados no sentido de se ampliar o número de ligações domiciliares nesta cidade.

A empresa tem, actualmente, cadastrados, 21 mil clientes.

A cerimónia de inauguração desta central, que vem reforçar o abastecimento à cidade do Planalto Central, contou com as presenças dos ministros da Energia e Águas, João Baptista Borges, Administração do Território, Marcy Lopes, Educação, Luisa Grilo, Saúde, Sílvia Lutucuta, assim como da governadora local, Lotti Nolika, entre outros responsáveis.

A cidade do Huambo é a capital da província com o mesmo nome, onde residem perto de 800 mil habitantes, dos dois milhões e 309 mil e 809 cidadãos que habitam no Planalto Central de Angola.

Angola celebra a 11 de Novembro o seu 45 aniversário da independência nacional.