Huambo regista diminuição de violência doméstica em 2020

Huambo – A província do Huambo registou em 2020, 853 casos de violência doméstica, menos 454 em relação ao ano 2019.

A informação foi avançada hoje, quarta-feira, pela directora do Gabinete Provincial da Acção Social, Família e Igualdade do Género, Maria Cawewe, esclarecendo que dos casos notificados, o abandono familiar com 413, lidera o gráfico das ocorrências, seguido das agressões psicológicas e físicas, com 119 e 114.

Desta cifra, de acordo com a responsável, constam igualmente, 103 ofensas patrimoniais, 97 verbais e sete violações sexuais, registados, na sua maioria, em zonas sub-urbanas e rurais dos 11 municípios.

Fez saber que as mulheres foram as que mais queixas apresentaram, apelando as famílias no sentido de optarem pelo diálogo na resolução de conflitos.

Com uma área de 35 mil e 771 quilómetros quadrados, que perfazem 11 municípios, 37 comunas e 3.387 aldeias, vivem no Huambo, dois milhões e 519 e 309 habitantes.

A informação foi avançada hoje, quarta-feira, pela directora do Gabinete Provincial da Acção Social, Família e Igualdade do Género, Maria Cawewe, esclarecendo que dos casos notificados, o abandono familiar com 413, lidera o gráfico das ocorrências, seguido das agressões psicológicas e físicas, com 119 e 114.

Desta cifra, de acordo com a responsável, constam igualmente, 103 ofensas patrimoniais, 97 verbais e sete violações sexuais, registados, na sua maioria, em zonas sub-urbanas e rurais dos 11 municípios.

Fez saber que as mulheres foram as que mais queixas apresentaram, apelando as famílias no sentido de optarem pelo diálogo na resolução de conflitos.

Com uma área de 35 mil e 771 quilómetros quadrados, que perfazem 11 municípios, 37 comunas e 3.387 aldeias, vivem no Huambo, dois milhões e 519 e 309 habitantes.