IAJ apoia formação profissional de jovens

  • Jovens recebem apoio para fomento do auto emprego
Luanda - O Instituto angolano da juventude (IAJ)  está a apoiar a formação de 20 mil jovens em serralharia, construção civil, hotelaria, restauração e manejamento de máquinas indústrias, afirmou, esta quarta-feira, em Luanda, o seu director geral-adjunto  para a Área dos Serviços Gerais, Arsénio Santyohamba.

Em coordenação com o Inapem e o Inefop, os jovens estão, de igual modo, a serem formados em construção civil, cabeleireiro e marcenaria, beneficiando também de meios de trabalho. 

Os ciclos formativos tiveram início em Janeiro do ano em curso e finalizam este mês.

O responsável, que falava à ANGOP à margem da sessão de lançamento da cartilha do Jovem Exemplar, afirmou que a acção de formação alinha-se ao plano de formação e empregabilidade, que tem nos jovens a principal prioridade.

Arsénio Santyohamba explicou que o IAJ tem programas internos e transversais como o Plano Integral do Desenvolvimento da Juventude, com eixos fundamentais na inserção dos jovens na vida activa, o programa de orientação economia para os jovens (Proej), destinado ao reforço da capacidade  institucional das associações e organizações juvenis com a formação dos líderes, apoio financeiro e metodológico, bem como a linha de crédito (Projovem). 

Conforme Arsénio Santyohamba, para diminuir as preocupações da juventude,  o IAJ tem o apoio do Fundo Habitacional, com a garantia para aquisição de 30% dos focos habitacionais e superfície de terra. 

"A maior dificuldade não está na aquisição das residências, mas sim na capacidade financeira da juventude para a construção de habitações", frisou. 

Para a concretização destes projectos, o IAJ depende do Fundo de Apoio à Juventude e do Orçamento Geral do Estado(OGE). 

Segundo Arsénio Santyohamba, o IAJ prevê lançar, até a segunda quinzena de Dezembro, o balcão de apoio e orientação aos jovens,  o centro integrado está a ser criado como um espaço de consulta.

Na mesma  ocasião  o secretário de Estado da Juventude, Fernando Francisco João,  disse que, por serem os jovens a grande maioria da população angolana, eleva a responsabilidade das instituições do estado e organizações da sociedade civil a trabalharem em benefício do bem-estar da juventude. 

Para Fernando Francisco João, a Cartilha do Jovem Exemplar é um grande instrumento de informação, educação e comunicação para a mudança de comportamento, concebido para exemplificar e descrever os princípios, valores e melhores formas para a sã consciência social, promovendo a educação cívica e patriótica da juventude. 

A Cartilha do Jovem Exemplar contém 30 princípios que caracterizam um jovem exemplar dentre os quais o princípio da tolerância, respeito, patriotismo, cidadania, responsabilidade, proactividade, contribuição, méritocracia, excelência, dignidade, lealdade, humildade entre outros. 

Em coordenação com o Inapem e o Inefop, os jovens estão, de igual modo, a serem formados em construção civil, cabeleireiro e marcenaria, beneficiando também de meios de trabalho. 

Os ciclos formativos tiveram início em Janeiro do ano em curso e finalizam este mês.

O responsável, que falava à ANGOP à margem da sessão de lançamento da cartilha do Jovem Exemplar, afirmou que a acção de formação alinha-se ao plano de formação e empregabilidade, que tem nos jovens a principal prioridade.

Arsénio Santyohamba explicou que o IAJ tem programas internos e transversais como o Plano Integral do Desenvolvimento da Juventude, com eixos fundamentais na inserção dos jovens na vida activa, o programa de orientação economia para os jovens (Proej), destinado ao reforço da capacidade  institucional das associações e organizações juvenis com a formação dos líderes, apoio financeiro e metodológico, bem como a linha de crédito (Projovem). 

Conforme Arsénio Santyohamba, para diminuir as preocupações da juventude,  o IAJ tem o apoio do Fundo Habitacional, com a garantia para aquisição de 30% dos focos habitacionais e superfície de terra. 

"A maior dificuldade não está na aquisição das residências, mas sim na capacidade financeira da juventude para a construção de habitações", frisou. 

Para a concretização destes projectos, o IAJ depende do Fundo de Apoio à Juventude e do Orçamento Geral do Estado(OGE). 

Segundo Arsénio Santyohamba, o IAJ prevê lançar, até a segunda quinzena de Dezembro, o balcão de apoio e orientação aos jovens,  o centro integrado está a ser criado como um espaço de consulta.

Na mesma  ocasião  o secretário de Estado da Juventude, Fernando Francisco João,  disse que, por serem os jovens a grande maioria da população angolana, eleva a responsabilidade das instituições do estado e organizações da sociedade civil a trabalharem em benefício do bem-estar da juventude. 

Para Fernando Francisco João, a Cartilha do Jovem Exemplar é um grande instrumento de informação, educação e comunicação para a mudança de comportamento, concebido para exemplificar e descrever os princípios, valores e melhores formas para a sã consciência social, promovendo a educação cívica e patriótica da juventude. 

A Cartilha do Jovem Exemplar contém 30 princípios que caracterizam um jovem exemplar dentre os quais o princípio da tolerância, respeito, patriotismo, cidadania, responsabilidade, proactividade, contribuição, méritocracia, excelência, dignidade, lealdade, humildade entre outros.