JMPLA ausculta jovens de Cafunfo

  • Chegada do 1° secretário Nacional da JMPLA, Crispiano Dos Santos,  à província da Lunda Norte
Cuango – O secretário Nacional da JMPLA, Crispiano Dos Santos, deslocou-se a vila de Cafunfo, município do Cuango, província da Lunda Norte, para auscultar a juventude local.

O líder juvenil, que chegou nas primeiras horas de hoje, sexta-feira, à vila de Cafunfo, esclareceu que a jornada Politica e Patriótica, associada ao Abril Jovem, é uma oportunidade para reflexão profunda em torno dos anseios, dos problemas que afectam a juventude e deve converter-se num momento de exaltação patriótica, solidariedade e cidadania.

"Trata-se de uma actividade cujo objectivo é incluir e/ou reunir todos os jovens da região leste, independentemente da sua filiação política, para discutir os problemas socioeconómicos do país e encontrar soluções conjuntas que poderão ser remetidos ao Executivo para a sua resolução", afirmou.

Crispiano Dos Santos acrescentou que o actual contexto socioeconómico do país exige, mais do que nunca, conjugação de esforços, com a juventude, com o seu espírito criativo, inovador e revolucionário, a assumir-se como principal actor da mudança.

Conforme o político, a juventude deve se constituir em verdadeiro agente de desenvolvimento, trabalhando com abnegação e sentido de responsabilidade, quer no sector público quer no privado.

Para o efeito, apelou a juventude no sentido de apoiar o Executivo no combate à corrupção e vandalização dos bens públicos, colaborando com os órgãos de defesa e segurança, através de denúncias.

Exortou, igualmente, os jovens a se transformarem em agentes mobilizadores, sensibilizando a população para o cumprimento das medidas de biossegurança, com vista ao corte da cadeia de transmissão da Covid-19.

Crispiano Dos Santos trabalha desde quarta-feira na província da Lunda Norte, onde orienta as Jornadas Políticas e Patrióticas. A sua jornada de trabalho termina hoje, sexta-feira, e  sábado desloca-se à província da Lunda Sul com o mesmo objectivo.

O líder juvenil, que chegou nas primeiras horas de hoje, sexta-feira, à vila de Cafunfo, esclareceu que a jornada Politica e Patriótica, associada ao Abril Jovem, é uma oportunidade para reflexão profunda em torno dos anseios, dos problemas que afectam a juventude e deve converter-se num momento de exaltação patriótica, solidariedade e cidadania.

"Trata-se de uma actividade cujo objectivo é incluir e/ou reunir todos os jovens da região leste, independentemente da sua filiação política, para discutir os problemas socioeconómicos do país e encontrar soluções conjuntas que poderão ser remetidos ao Executivo para a sua resolução", afirmou.

Crispiano Dos Santos acrescentou que o actual contexto socioeconómico do país exige, mais do que nunca, conjugação de esforços, com a juventude, com o seu espírito criativo, inovador e revolucionário, a assumir-se como principal actor da mudança.

Conforme o político, a juventude deve se constituir em verdadeiro agente de desenvolvimento, trabalhando com abnegação e sentido de responsabilidade, quer no sector público quer no privado.

Para o efeito, apelou a juventude no sentido de apoiar o Executivo no combate à corrupção e vandalização dos bens públicos, colaborando com os órgãos de defesa e segurança, através de denúncias.

Exortou, igualmente, os jovens a se transformarem em agentes mobilizadores, sensibilizando a população para o cumprimento das medidas de biossegurança, com vista ao corte da cadeia de transmissão da Covid-19.

Crispiano Dos Santos trabalha desde quarta-feira na província da Lunda Norte, onde orienta as Jornadas Políticas e Patrióticas. A sua jornada de trabalho termina hoje, sexta-feira, e  sábado desloca-se à província da Lunda Sul com o mesmo objectivo.