Jornalista Agostinho Quilemba vai a enterrar sábado em Luanda

  • Jornalista Agostinho Quilemba
Luanda – Os restos mortais do jornalista Agostinho Quilemba, da Agência Angola Press (ANGOP), serão sepultados às 11h00 deste sábado (28), no Cemitério de Viana, província de Luanda.

De acordo com o programa oficial das exéquias, o corpo do editor de Economia será velado, a partir das 06h00 do mesmo dia, na casa velório da Polícia Nacional, Distrito Urbano da Maianga.

Agostinho Pascoal Quilemba José faleceu terça-feira última, em Luanda, vítima de doença.

De 41 anos de idade, iniciou a carreira na ANGOP em 2001, depois de concluir o curso de jornalismo, no Instituto Médio de Economia de Luanda (IMEL).

Licenciado em economia, foi dos mais destacados quadros da empresa, nos últimos 19 anos.

No âmbito da nova dinâmica da empresa, virada para a melhoria dos conteúdos, foi nomeado, em 2007, para exercer a função de sub-editor do Desk Económico.

Em 2018, na senda da mesma estratégia editorial da ANGOP, foi nomeado editor do Desk Económico, função que exerceu até à altura da sua morte.

Como profissional, reportou várias actividades de interesse nacional, em Angola e no exterior, tendo colaborado com algumas instituições e associações do ramo económico, com destaque para a Associação dos Jornalistas Económicos de Angola (AJECO).

De acordo com o programa oficial das exéquias, o corpo do editor de Economia será velado, a partir das 06h00 do mesmo dia, na casa velório da Polícia Nacional, Distrito Urbano da Maianga.

Agostinho Pascoal Quilemba José faleceu terça-feira última, em Luanda, vítima de doença.

De 41 anos de idade, iniciou a carreira na ANGOP em 2001, depois de concluir o curso de jornalismo, no Instituto Médio de Economia de Luanda (IMEL).

Licenciado em economia, foi dos mais destacados quadros da empresa, nos últimos 19 anos.

No âmbito da nova dinâmica da empresa, virada para a melhoria dos conteúdos, foi nomeado, em 2007, para exercer a função de sub-editor do Desk Económico.

Em 2018, na senda da mesma estratégia editorial da ANGOP, foi nomeado editor do Desk Económico, função que exerceu até à altura da sua morte.

Como profissional, reportou várias actividades de interesse nacional, em Angola e no exterior, tendo colaborado com algumas instituições e associações do ramo económico, com destaque para a Associação dos Jornalistas Económicos de Angola (AJECO).