Jovem de 20 anos baleada mortalmente na Catumbela

Benguela – Uma jovem de 20 anos de idade foi baleada mortalmente na noite desta quinta-feira, no bairro Caputo, município da Catumbela, província de Benguela, soube hoje a ANGOP.

Segundo um comunicado de imprensa do Comando Provincial da Polícia Nacional em Benguela, enviado esta sexta-feira à ANGOP, o facto terá ocorrido por volta das 18h30, quando dois elementos de uma empresa privada de segurança em serviço e dois agentes da PN, que faziam patrulhamento na zona, foram accionados para impedir um assalto.  

“Quatro meliantes munidos de armas brancas (facas) estavam a assaltar um cidadão de 24 anos de idade, tendo alguns munícipes informado os agentes e protectores privados, que de imediato agiram”, lê-se no documento.  

Na sequência, informa a nota, houve alguns disparos, tendo, supostamente, um dos agentes da PN atingindo acidentalmente na cabeça a referida cidadã, identificada como Yolanda Chitula Raúl, que se encontrava próxima da área do assalto, provocando-lhe morte imediata.

O cadáver da jovem foi transportado para a morgue do Hospital Municipal da Catumbela para realização de uma autópsia e ajudar na clarificação do caso.

Entretanto, o documento informa que os agentes em serviço da PN e os efectivos da empresa de segurança foram imediatamente detidos e serão presentes ao magistrado do Ministério Público, para o primeiro interrogatório.

Na mesma senda, foi igualmente aberto um inquérito interno, a nível da PN, para se apurar responsabilidades.

O comando da PN lamenta o sucedido e endereçou condolências à família da vítima, garantindo que o presumível autor será responsabilizado criminal e disciplinarmente.

Segundo um comunicado de imprensa do Comando Provincial da Polícia Nacional em Benguela, enviado esta sexta-feira à ANGOP, o facto terá ocorrido por volta das 18h30, quando dois elementos de uma empresa privada de segurança em serviço e dois agentes da PN, que faziam patrulhamento na zona, foram accionados para impedir um assalto.  

“Quatro meliantes munidos de armas brancas (facas) estavam a assaltar um cidadão de 24 anos de idade, tendo alguns munícipes informado os agentes e protectores privados, que de imediato agiram”, lê-se no documento.  

Na sequência, informa a nota, houve alguns disparos, tendo, supostamente, um dos agentes da PN atingindo acidentalmente na cabeça a referida cidadã, identificada como Yolanda Chitula Raúl, que se encontrava próxima da área do assalto, provocando-lhe morte imediata.

O cadáver da jovem foi transportado para a morgue do Hospital Municipal da Catumbela para realização de uma autópsia e ajudar na clarificação do caso.

Entretanto, o documento informa que os agentes em serviço da PN e os efectivos da empresa de segurança foram imediatamente detidos e serão presentes ao magistrado do Ministério Público, para o primeiro interrogatório.

Na mesma senda, foi igualmente aberto um inquérito interno, a nível da PN, para se apurar responsabilidades.

O comando da PN lamenta o sucedido e endereçou condolências à família da vítima, garantindo que o presumível autor será responsabilizado criminal e disciplinarmente.