Jovens beneficiam de kits profissionais e micro-crédito

  • Ministra da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social, Teresa Dias,  entrega  kits para autoemprego aos finalistas do INEFOP
Bailundo – Cento e 63 jovens dos municípios do Bailundo e do Huambo beneficiaram, esta quarta-feira, de kits profissionais e micro-créditos, no âmbito do Plano de Acção para Promoção da Empregabilidade (PAPE).

Dos beneficiários, antes formados em matérias de empreendedorismo, no domínio da gestão de pequenos negócios, 24 receberam kits profissionais para o fomento do auto-emprego, com a criação de 80 postos de trabalho, enquanto para o micro-crédito foram gerados outros 224.  

Os kits estão avaliados em 320 mil kwanzas, ao passo que os beneficiários de micro-créditos receberam o equivalente a mil dólares norte-americano, com reembolso a partir do quarto mês.

A ministra da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social, Teresa Rodrigues Dias, reiterou o compromisso do Governo na criação dos 500 mil postos de trabalho, através da criação dos programas de promoção da empregabilidade e de combate à pobreza.

Referiu que a implementação do PAPE, com o enfoque nas comunidades, traduz-se na concretização dessas políticas, previstas no Plano de Desenvolvimento Nacional 2018/2022.

Criado pelo Decreto Presidencial n° 113/19, de 16 de Abril, este programa visa aumentar os níveis de empregabilidade no país, como mecanismo de combate à pobreza e da exclusão social.

Para o efeito, foram assinados protocolo de cooperação entre o Instituto Nacional de Emprego e Formação Profissional (INEFOP) e 33 empresas locais, para a garantir o estágio profissional remunerado aos beneficiários.

No prosseguimento da agenda de trabalho de dois dias a esta região do Planalto Central, a governante procedeu ao lançamento da primeira pedra para construção da Cidadela Jovens do Futuro.

O programa reserva ainda ao lançamento da primeira para construção do CINFOTEC-Huambo e avaliar o grau de funcionamento dos órgãos dependentes deste departamento governamental.

Dos beneficiários, antes formados em matérias de empreendedorismo, no domínio da gestão de pequenos negócios, 24 receberam kits profissionais para o fomento do auto-emprego, com a criação de 80 postos de trabalho, enquanto para o micro-crédito foram gerados outros 224.  

Os kits estão avaliados em 320 mil kwanzas, ao passo que os beneficiários de micro-créditos receberam o equivalente a mil dólares norte-americano, com reembolso a partir do quarto mês.

A ministra da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social, Teresa Rodrigues Dias, reiterou o compromisso do Governo na criação dos 500 mil postos de trabalho, através da criação dos programas de promoção da empregabilidade e de combate à pobreza.

Referiu que a implementação do PAPE, com o enfoque nas comunidades, traduz-se na concretização dessas políticas, previstas no Plano de Desenvolvimento Nacional 2018/2022.

Criado pelo Decreto Presidencial n° 113/19, de 16 de Abril, este programa visa aumentar os níveis de empregabilidade no país, como mecanismo de combate à pobreza e da exclusão social.

Para o efeito, foram assinados protocolo de cooperação entre o Instituto Nacional de Emprego e Formação Profissional (INEFOP) e 33 empresas locais, para a garantir o estágio profissional remunerado aos beneficiários.

No prosseguimento da agenda de trabalho de dois dias a esta região do Planalto Central, a governante procedeu ao lançamento da primeira pedra para construção da Cidadela Jovens do Futuro.

O programa reserva ainda ao lançamento da primeira para construção do CINFOTEC-Huambo e avaliar o grau de funcionamento dos órgãos dependentes deste departamento governamental.