Lubango ganha novas infra-estruturas do PIIM

Lubango – Duas escolas do ensino primário, de sete e 12 salas de aula e um centro materno-infantil construídos com financiamento do Plano de Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM) foram hoje, terça-feira, no Lubango, inauguradas e entregues a população pelo governador da Huíla, Luís Nunes.

As inaugurações enquadram-se nos 45 anos da independência nacional assinalados a 11 de Novembro último e beneficiam comunidades dos bairros da Tchavola, Tchituno e Machiqueira.

O centro materno-infantil orçado em 122 milhões de Kwanzas, passa a ser o primeiro da periferia a realizar trabalhos de maternidade por especialidade, com uma capacidade para 15 partos/dia e internar 22 pacientes.

As escolas custaram ao todo 338 milhões, 469 mil e 196 kwanzas, foram devidamente equipadas e vão albergar a partir do próximo ano lectivo mais de cinco mil crianças.

Foram ainda inauguradas dois Postos de Transformação (PT´s), que permitiu electrificar os bairros da Tchavola, Kwawa e Tchituno, com 900 novas ligações de baixa tensão, 300 ligações em cada bairro, e esteve orçada em 151.184.253 kwanzas.

A cidade do Lubango ganhou igualmente um mercado de venda de produtos diversos, com a capacidade de 160 bancadas, num terreno público recentemente expropriado, no intuito de garantir maior acomodação de vendedores e reduzir a venda ambulante no centro.

Falado à imprensa, no final do leque de inaugurações, o governador da Huíla, Luís Nunes, reafirmou que o governo vai continuar a construir mais escolas para integrar no sistema mais de 300 mil crianças.

Apelou a população no sentido de preservar os bens a sua disposição, de modo a servir outras gerações.

Para esta quarta-feira, Luis Nunes, vai entregar três escolas do ensino primário, sendo duas de sete e uma de 12 salas de aula e uma subestação eléctrica no município da Humpata.

O município do Lubango tem 22 projectos sociais do PIIM, avaliado em mais de oito mil milhões de kwanzas e quatro mil milhões no âmbito do Desenvolvimento Local e combate à Pobreza.

A cidade do Lubango com uma extensão de três mil e 140 quilómetros quadrados, tem uma população estimada em 931.703 habitantes.

As inaugurações enquadram-se nos 45 anos da independência nacional assinalados a 11 de Novembro último e beneficiam comunidades dos bairros da Tchavola, Tchituno e Machiqueira.

O centro materno-infantil orçado em 122 milhões de Kwanzas, passa a ser o primeiro da periferia a realizar trabalhos de maternidade por especialidade, com uma capacidade para 15 partos/dia e internar 22 pacientes.

As escolas custaram ao todo 338 milhões, 469 mil e 196 kwanzas, foram devidamente equipadas e vão albergar a partir do próximo ano lectivo mais de cinco mil crianças.

Foram ainda inauguradas dois Postos de Transformação (PT´s), que permitiu electrificar os bairros da Tchavola, Kwawa e Tchituno, com 900 novas ligações de baixa tensão, 300 ligações em cada bairro, e esteve orçada em 151.184.253 kwanzas.

A cidade do Lubango ganhou igualmente um mercado de venda de produtos diversos, com a capacidade de 160 bancadas, num terreno público recentemente expropriado, no intuito de garantir maior acomodação de vendedores e reduzir a venda ambulante no centro.

Falado à imprensa, no final do leque de inaugurações, o governador da Huíla, Luís Nunes, reafirmou que o governo vai continuar a construir mais escolas para integrar no sistema mais de 300 mil crianças.

Apelou a população no sentido de preservar os bens a sua disposição, de modo a servir outras gerações.

Para esta quarta-feira, Luis Nunes, vai entregar três escolas do ensino primário, sendo duas de sete e uma de 12 salas de aula e uma subestação eléctrica no município da Humpata.

O município do Lubango tem 22 projectos sociais do PIIM, avaliado em mais de oito mil milhões de kwanzas e quatro mil milhões no âmbito do Desenvolvimento Local e combate à Pobreza.

A cidade do Lubango com uma extensão de três mil e 140 quilómetros quadrados, tem uma população estimada em 931.703 habitantes.