Mais de 200 jovens formados no CLESE empregados na Lunda Norte

Dundo – Duzentos e quinze jovens formados no Centro Local de Empreendedorismo e Serviços de Emprego (CLESE), na Lunda Norte, foram empregados nos últimos três anos, nos ramos de Informática, gestão de recursos humanos e secretariado.

A informação foi avançada hoje, sexta-feira, pelo director do CLESE na Lunda Norte, João Palata, durante a visita da ministra da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social, Teresa Rodrigues Dias.

Conforme o responsável, os jovens estão colocados em empresas privadas, acrescentando que o CLSE tem na sua base de dados 1.116 solicitações de empregos.

João Palata sublinhou que os inscritos não são apenas jovens formados pelo CLESE, mas também cidadãos com alguma formação profissional que procuram a instituição para o seu enquadramento no mercado de trabalho.

Por outro lado, informou que actualmente estão a ser formados 410 jovens nas especialidades de Informática, gestão de recursos humanos, secretariado, empreendedorismo e língua inglesa.

Para o presente ano, a instituição prevê abrir o curso de contabilidade informatizada, para capacitar jovens com iniciativas empreendedoras.

A ministra, que se encontra, desde quinta-feira, na província da Lunda Norte, visitou esta manhã o Instituto Nacional de Segurança Social, as instalações da Inspeção Geral do Trabalho e as unidades moveis de formação profissional do INEFOP.

Ainda hoje, Teresa Rodrigues Dias vai proceder ao lançamento do Plano de Acção para Promoção da Empregabilidade (PAPE), entrega de micro-créditos, carteiras profissionais e kits de trabalho a vários jovens na Lunda Norte.

A informação foi avançada hoje, sexta-feira, pelo director do CLESE na Lunda Norte, João Palata, durante a visita da ministra da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social, Teresa Rodrigues Dias.

Conforme o responsável, os jovens estão colocados em empresas privadas, acrescentando que o CLSE tem na sua base de dados 1.116 solicitações de empregos.

João Palata sublinhou que os inscritos não são apenas jovens formados pelo CLESE, mas também cidadãos com alguma formação profissional que procuram a instituição para o seu enquadramento no mercado de trabalho.

Por outro lado, informou que actualmente estão a ser formados 410 jovens nas especialidades de Informática, gestão de recursos humanos, secretariado, empreendedorismo e língua inglesa.

Para o presente ano, a instituição prevê abrir o curso de contabilidade informatizada, para capacitar jovens com iniciativas empreendedoras.

A ministra, que se encontra, desde quinta-feira, na província da Lunda Norte, visitou esta manhã o Instituto Nacional de Segurança Social, as instalações da Inspeção Geral do Trabalho e as unidades moveis de formação profissional do INEFOP.

Ainda hoje, Teresa Rodrigues Dias vai proceder ao lançamento do Plano de Acção para Promoção da Empregabilidade (PAPE), entrega de micro-créditos, carteiras profissionais e kits de trabalho a vários jovens na Lunda Norte.