Mais de cem processos remetidos ao PAPE

Dundo – Cento e nove empreendedores, na Lunda Norte, aguardam a aprovação das suas candidaturas de adesão ao Plano de Acção para Promoção da Empregabilidade (PAPE), da iniciativa do Ministério da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social.

A informação foi avançada hoje, segunda-feira, no Dundo, pelo chefe do serviço provincial do Instituto Nacional de Emprego e Formação Profissional (Inefop), José Carlos Muaximbi, sublinhou que para Lunda Norte estão previstos financiamentos para 300 jovens empreendedores.

O PAPE pretende apoiar os empreendedores de micro e pequenas empresas que operam em várias actividades da economia nacional para garantir a sua sobrevivência e o aumento de postos de trabalho.

Explicou que para as candidaturas, os jovens passam por um inquérito para se aferir se tem alguma formação profissional, o tipo de actividade económica que pretende desenvolver e faz a inscrição da empresa constituída na Segurança Social.

Sem avançar os valores a serem disponibilizados, disse que o objectivo do projecto é de fomentar o auto-emprego no seio da Juventude.

O responsável apelou aos jovens, com espírito empreendedor, a dirigirem-se na instituição para terem acesso ao projecto e a apostarem na formação profissional..

 

A informação foi avançada hoje, segunda-feira, no Dundo, pelo chefe do serviço provincial do Instituto Nacional de Emprego e Formação Profissional (Inefop), José Carlos Muaximbi, sublinhou que para Lunda Norte estão previstos financiamentos para 300 jovens empreendedores.

O PAPE pretende apoiar os empreendedores de micro e pequenas empresas que operam em várias actividades da economia nacional para garantir a sua sobrevivência e o aumento de postos de trabalho.

Explicou que para as candidaturas, os jovens passam por um inquérito para se aferir se tem alguma formação profissional, o tipo de actividade económica que pretende desenvolver e faz a inscrição da empresa constituída na Segurança Social.

Sem avançar os valores a serem disponibilizados, disse que o objectivo do projecto é de fomentar o auto-emprego no seio da Juventude.

O responsável apelou aos jovens, com espírito empreendedor, a dirigirem-se na instituição para terem acesso ao projecto e a apostarem na formação profissional..