Mais de mil agricultores alfabetizados na província

Malanje - Mil e 141 agricultores das Escolas de Campo dos municípios de Malanje, Calandula, Kiwaba Nzoji e Mucari foram alfabetizados de 2019 a 2021, no âmbito do Projecto de Agricultura Familiar e Comercialização (MOSAP II).

A formação, ministrada pela ADPP (Ajuda de Desenvolvimento de Povo para Povo) centrou-se nos módulos I (1ª e 2ª classes) e II (3ª e 4ª classes), inserido no sub-projecto do MOSAP II de reforço de competências dos produtores, através do ensino da leitura e cálculos.

No mesmo período, os camponeses foram também capacitados em matérias de análise dos solos, com vista a elevar os níveis de produção nas respectivas áreas.

No acto de encerramento dos cursos, o director do Gabinete Provincial da Educação, Manuel Osório, fez saber que a acção formativa está alinhada à lei de base do sistema de educação e ensino, que visa a recuperação do atraso escolar e o combate ao analfabetismo funcional.

Com isso, acrescentou, pretende-se dotar os produtores de capacidades técnicas, para responderem às exigências do desenvolvimento económico e social do país, no que concerne à expansão da actividade agrícola.

Apelou ainda a conjugação de esforços entre os diferentes parceiros sociais para a redução da taxa de analfabetismo na província, sem no entanto precisar os níveis actuais.

Implementado desde 2016, o projecto MOSAP II substitui o MOSAP I, na perspectiva de melhorar a segurança alimentar e reduzir a pobreza no meio rural.

Quanto às Escolas de Campo, estão contabilizadas mil e 261, suportadas por 371 facilitadores e 65 caixas comunitárias, com cerca de 100 milhões de Kwanzas.

Além de Malanje, o Mosap II está implantado nas províncias do Huambo e Bié.

 

 

A formação, ministrada pela ADPP (Ajuda de Desenvolvimento de Povo para Povo) centrou-se nos módulos I (1ª e 2ª classes) e II (3ª e 4ª classes), inserido no sub-projecto do MOSAP II de reforço de competências dos produtores, através do ensino da leitura e cálculos.

No mesmo período, os camponeses foram também capacitados em matérias de análise dos solos, com vista a elevar os níveis de produção nas respectivas áreas.

No acto de encerramento dos cursos, o director do Gabinete Provincial da Educação, Manuel Osório, fez saber que a acção formativa está alinhada à lei de base do sistema de educação e ensino, que visa a recuperação do atraso escolar e o combate ao analfabetismo funcional.

Com isso, acrescentou, pretende-se dotar os produtores de capacidades técnicas, para responderem às exigências do desenvolvimento económico e social do país, no que concerne à expansão da actividade agrícola.

Apelou ainda a conjugação de esforços entre os diferentes parceiros sociais para a redução da taxa de analfabetismo na província, sem no entanto precisar os níveis actuais.

Implementado desde 2016, o projecto MOSAP II substitui o MOSAP I, na perspectiva de melhorar a segurança alimentar e reduzir a pobreza no meio rural.

Quanto às Escolas de Campo, estão contabilizadas mil e 261, suportadas por 371 facilitadores e 65 caixas comunitárias, com cerca de 100 milhões de Kwanzas.

Além de Malanje, o Mosap II está implantado nas províncias do Huambo e Bié.