Mais de mil jornalistas no país já com carteira profissional

Menongue – Perto de mil e 400 jornalistas dos órgãos comunicação social estatal e privado já possuem carteira profissional, informou nesta quarta-feira, em Menongue, no Cuando Cubango, a presidente da Comissão de Carteira e Ética, Luísa Rogério.

Os jornalistas são das províncias de Benguela, Huíla, Bié, Cuanza-Sul, Uíge, Malange, Zaire, Cuando Cubango e Huambo.

A responsável, que falava na cerimónia oficial de entrega de 25 carteiras do Cuando Cubango, lembrou que o documento faz parte do Estatuto do Jornalista, que define o exercício da actividade jornalística.

Já o director do Gabinete Provincial da Comunicação Social, João Yambo Miguel, em representação do governador provincial do Cuando Cubango, Júlio Bessa, reiterou a disponibilidade do Governo em continuar a colaborar com os órgãos da comunicação social, sobretudo na formação contínua  dos profissionais, para poderem desenvolver, com êxito, o seu trabalho.

   

    

  

 

 

Os jornalistas são das províncias de Benguela, Huíla, Bié, Cuanza-Sul, Uíge, Malange, Zaire, Cuando Cubango e Huambo.

A responsável, que falava na cerimónia oficial de entrega de 25 carteiras do Cuando Cubango, lembrou que o documento faz parte do Estatuto do Jornalista, que define o exercício da actividade jornalística.

Já o director do Gabinete Provincial da Comunicação Social, João Yambo Miguel, em representação do governador provincial do Cuando Cubango, Júlio Bessa, reiterou a disponibilidade do Governo em continuar a colaborar com os órgãos da comunicação social, sobretudo na formação contínua  dos profissionais, para poderem desenvolver, com êxito, o seu trabalho.