Mais de mil jovens beneficiam de formação profissional

  • Jovens angolanos num evento
Uíge - Mil e 57 jovens da província do Uíge iniciaram, esta quarta-feira, a sua formação em mecânica, electricidade, serralharia, agricultura, carpintaria, informática e pastelaria, numa iniciativa do Instituto Nacional de Formação Profissional (INEFOP).

Com duração de seis meses, o ciclo de formação visa capacitar os jovens, para a sua inserção no mercado de emprego.

Na abertura do ciclo de formação, o chefe do departamento Económico e Desenvolvimento Integrado do Uíge, Joaquim Gimbi, afirmou que a acção formativa visa assinalar uma nova etapa na vida dos formandos, iniciativa que permite responder aos desafios do presente e do futuro.

Joaquim Gimbi explicou que, depois desta acção, os jovens terão uma outra formação sobre empreendorismo, que lhes permitirá obter kits ou micro-créditos para iniciar um negócio.

Já o chefe do serviço provincial do INEFOP, Joaquim Pecamena Cahoche, referiu que a formação é o maior fornecedor de mão-de-obra qualificada para o mercado de trabalho e ajuda na melhoria do bem-estar da população.

Com duração de seis meses, o ciclo de formação visa capacitar os jovens, para a sua inserção no mercado de emprego.

Na abertura do ciclo de formação, o chefe do departamento Económico e Desenvolvimento Integrado do Uíge, Joaquim Gimbi, afirmou que a acção formativa visa assinalar uma nova etapa na vida dos formandos, iniciativa que permite responder aos desafios do presente e do futuro.

Joaquim Gimbi explicou que, depois desta acção, os jovens terão uma outra formação sobre empreendorismo, que lhes permitirá obter kits ou micro-créditos para iniciar um negócio.

Já o chefe do serviço provincial do INEFOP, Joaquim Pecamena Cahoche, referiu que a formação é o maior fornecedor de mão-de-obra qualificada para o mercado de trabalho e ajuda na melhoria do bem-estar da população.