População do bairro Papelão beneficia de água potável

  • Obras do PIIM inauguradas no Uíge pelo governador, José Carvalho da Rocha
Uíge - Mais de quatro mil cidadãos do bairro Papelão, arredores da cidade do Uíge, beneficiam, desde hoje, de água potável, com a inauguração, neste sábado, de um sistema de distribuição.

O sistema, inaugurado hoje pelo governador da província do Uíge, José Carvalho da Rocha, vai permitir efectuar, numa primeira fase, 700 ligações domiciliares.

Avaliado em oito milhões de euros, sendo 70 por cento financiado pelo Banco Mundial e 30 por cento pela caixa francesa, o projecto prevê instalar 10 mil ligações em oito bairros do município do Uíge.

 

Na ocasião, José Carvalho da Rocha disse ser pretensão do governo local que a população tenha água potável e consiga cumprir com a sua responsabilidade no pagamento desse serviço, para permitir a expansão do projecto de distribuição da água a outras localidades da província.

Por sua vez, a Presidente do Conselho de Administração da Empresa de Águas e Saneamento da província do Uíge, Emília Fernandes, referiu que a  acção está inserida no Projecto de Desenvolvimento Institucional do sector das Águas, sendo que as obras foram consignadas em Novembro de 2020, num acto presidido pelo governador local, José Carvalho da Rocha.

A cargo da empresa Elecnor, a obra contempla a instalação de 100 quilómetros de tubos, a serem distribuídos pelos bairros Papelão, Tomessa, Quimacungo, Mbemba Ngango, Quilala, Nguengue e Catapa, num prazo de execução de 30 meses.

 

 

O sistema, inaugurado hoje pelo governador da província do Uíge, José Carvalho da Rocha, vai permitir efectuar, numa primeira fase, 700 ligações domiciliares.

Avaliado em oito milhões de euros, sendo 70 por cento financiado pelo Banco Mundial e 30 por cento pela caixa francesa, o projecto prevê instalar 10 mil ligações em oito bairros do município do Uíge.

 

Na ocasião, José Carvalho da Rocha disse ser pretensão do governo local que a população tenha água potável e consiga cumprir com a sua responsabilidade no pagamento desse serviço, para permitir a expansão do projecto de distribuição da água a outras localidades da província.

Por sua vez, a Presidente do Conselho de Administração da Empresa de Águas e Saneamento da província do Uíge, Emília Fernandes, referiu que a  acção está inserida no Projecto de Desenvolvimento Institucional do sector das Águas, sendo que as obras foram consignadas em Novembro de 2020, num acto presidido pelo governador local, José Carvalho da Rocha.

A cargo da empresa Elecnor, a obra contempla a instalação de 100 quilómetros de tubos, a serem distribuídos pelos bairros Papelão, Tomessa, Quimacungo, Mbemba Ngango, Quilala, Nguengue e Catapa, num prazo de execução de 30 meses.