MASFAMU preocupado com acidentes de minas envolvendo crianças

Luanda - Oitenta por cento dos acidentes com minas e outros engenhos explosivos, particularmente em locais de colheita de resíduos sólidos, envolvem crianças, informou, nesta sexta-feira, em Luanda, o director geral adjunto para a área técnica do Instituto Nacional de Desminagem (INAD), Loneque Diu.

O responsável prestou nformação à imprensa à margem do  acto de sensibilização da população que vivem da recolha e venda de ferros e com os proprietários de locais de compra destes resíduos.

De acordo com o responsável, a campanha coordenada pelo Ministério da Acção Social, Família e Promoção da Mulher (MASFAMU) sensibilizou, de Janeiro a Outubro de 2020, 71 mil 843 pessoas sobre os perigos com minas e outros engenhos explosivos.

Ainda neste período, disse, o INAD realizou acções de verificação e desminagem em várias áreas, que resultaram na detecção e remoção de 294 minas anti-pessoal, nove minas anti-tanque, três mil 072 engenhos explosivos diversos e oito mil munições de pequeno calibre.

Apesar deste grande esforço e abnegada entrega dos profissionais de desminagem, informou que, no período referenciado, ainda registou-se 25 acidentes, que causaram 54 vítimas, das quais 36 feridos e 18 mortos.

Neste âmbito, o INAD alerta a população, particularmente, as crianças, a evitarem tocar em objectos estranhos, manterem-se atentos aos sinais de perigo e informar as autoridades sobre objectos estranhos.

O responsável prestou nformação à imprensa à margem do  acto de sensibilização da população que vivem da recolha e venda de ferros e com os proprietários de locais de compra destes resíduos.

De acordo com o responsável, a campanha coordenada pelo Ministério da Acção Social, Família e Promoção da Mulher (MASFAMU) sensibilizou, de Janeiro a Outubro de 2020, 71 mil 843 pessoas sobre os perigos com minas e outros engenhos explosivos.

Ainda neste período, disse, o INAD realizou acções de verificação e desminagem em várias áreas, que resultaram na detecção e remoção de 294 minas anti-pessoal, nove minas anti-tanque, três mil 072 engenhos explosivos diversos e oito mil munições de pequeno calibre.

Apesar deste grande esforço e abnegada entrega dos profissionais de desminagem, informou que, no período referenciado, ainda registou-se 25 acidentes, que causaram 54 vítimas, das quais 36 feridos e 18 mortos.

Neste âmbito, o INAD alerta a população, particularmente, as crianças, a evitarem tocar em objectos estranhos, manterem-se atentos aos sinais de perigo e informar as autoridades sobre objectos estranhos.