MINTTICS nomeia júri do Prémio Nacional de Jornalismo 2021

  • Presidente do Júri do Prémio Nacional de Jornalismo, Anastácio de Brito
Luanda – O Ministério das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social (MINTTICS) nomeou o jornalista Anastácio de Brito para presidir o júri do Prémio Nacional de Jornalismo, edição 2021.

Conforme nota do MINTTICS chegada à ANGOP, o júri é integrado por João Demba, para a categoria de imprensa, Arlindo Macedo, em rádio, Mariana Ribeiro, para a categoria de televisão, e Quintiliano dos Santos, para fotojornalismo.

O Prémio Nacional de Jornalismo, que retoma depois de dois anos de interrupção (2019 e 2020), tem como objectivo de continuar a incentivar e a distinguir a criatividade e a investigação jornalísticas, bem como promover a qualidade e o mérito no exercício da profissão.

O prémio abrange as categorias de Imprensa, nos géneros de reportagem, crónica, textos de análise (comentários, artigos e editoriais), dossier, entrevista e cartoon, Rádio, nos géneros de reportagem, crónica, programa (cultural, económico, social, político, desportivo, musical ou internacional), dossier e entrevista, Televisão, nos géneros de reportagem, crónica, imagem, programa (cultural, económico, social, político, desportivo, musical ou internacional), dossier e entrevista e  Fotojornalismo, os géneros de reportagem, foto singular e álbum (galeria de fotos).

A presente edição contempla trabalhos publicados de 1 de Janeiro de 2019 a 31 de Dezembro de 2020, por empresas de comunicação social, agências de informação, estatais ou privadas, portais de internet, revistas e similares, devidamente registados e autorizados legalmente em Angola.

Os trabalhos devem ser remetidos ao júri até ao dia 15 de Julho de 2021.

Segundo a nota, o anúncio dos vencedores, bem como a entrega dos diplomas e troféus acontece em cerimónia a ter lugar a 25 de Setembro do ano corrente.  

Conforme nota do MINTTICS chegada à ANGOP, o júri é integrado por João Demba, para a categoria de imprensa, Arlindo Macedo, em rádio, Mariana Ribeiro, para a categoria de televisão, e Quintiliano dos Santos, para fotojornalismo.

O Prémio Nacional de Jornalismo, que retoma depois de dois anos de interrupção (2019 e 2020), tem como objectivo de continuar a incentivar e a distinguir a criatividade e a investigação jornalísticas, bem como promover a qualidade e o mérito no exercício da profissão.

O prémio abrange as categorias de Imprensa, nos géneros de reportagem, crónica, textos de análise (comentários, artigos e editoriais), dossier, entrevista e cartoon, Rádio, nos géneros de reportagem, crónica, programa (cultural, económico, social, político, desportivo, musical ou internacional), dossier e entrevista, Televisão, nos géneros de reportagem, crónica, imagem, programa (cultural, económico, social, político, desportivo, musical ou internacional), dossier e entrevista e  Fotojornalismo, os géneros de reportagem, foto singular e álbum (galeria de fotos).

A presente edição contempla trabalhos publicados de 1 de Janeiro de 2019 a 31 de Dezembro de 2020, por empresas de comunicação social, agências de informação, estatais ou privadas, portais de internet, revistas e similares, devidamente registados e autorizados legalmente em Angola.

Os trabalhos devem ser remetidos ao júri até ao dia 15 de Julho de 2021.

Segundo a nota, o anúncio dos vencedores, bem como a entrega dos diplomas e troféus acontece em cerimónia a ter lugar a 25 de Setembro do ano corrente.