Morreu padre com mais obras publicadas na Arquidiocese do Huambo

Huambo - O padre André Lucamba, com mais obras académicas publicadas na Arquidiocese do Huambo, morreu, esta segunda-feira, aos 71 anos de idade, vítima de doença, soube hoje a ANGOP.

Nascido em 1950, na província do Huambo, o malogrado é autor de 12 obras académicas, que abordam aspectos sociais e religiosos.

Entre as obras destacam-se “Desafios Éticos Colocados Pela Clonagem-Temores para África”, “O que não estão a dizer sobre a Sida”, “A Evangelização como encontro vivo na cultura umbundu de Angola", “A globalização e os conflitos no Sul”, “O caso angolano” e “Didáskw”, volume I e II.

Também, é autor de diversos artigos científicos publicados em várias revistas nacionais e internacionais, fruto da sua capacidade intelectual e de reflexão, em que se notabilizou desde muito cedo.

De acordo com o comunicado da Arquidiocese do Huambo, a que ANGOP teve acesso hoje, terça-feira, o malogrado foi internado na manhã de segunda-feira, no Hospital Geral do Huambo, onde acabou por falecer horas depois.

Adianta que as exéquias do sacerdote serão realizadas em data a anunciar oportunamente, com a celebração de vários actos religiosos e homenagens.

Doutorado em Teologia Dogmática, em 1981, pela Pontifícia Universidade Urbaniana de Roma, André Lucamba foi ordenado padre em 1971, tendo exercido, entre outras funções sacerdotais, a de reitor do Seminário Maior do Cristo Rei e Pároco de São Pedro, arredores desta cidade.

Aposentou-se da vida sacerdotal activa em 2000, dedicando-se a actividades de investigação científica e à docência no Seminário Maior de Cristo Rei e no Núcleo da Universidade Aberta de Lisboa no Huambo, onde desempenhava o cargo de coordenador adjunto.

Nascido em 1950, na província do Huambo, o malogrado é autor de 12 obras académicas, que abordam aspectos sociais e religiosos.

Entre as obras destacam-se “Desafios Éticos Colocados Pela Clonagem-Temores para África”, “O que não estão a dizer sobre a Sida”, “A Evangelização como encontro vivo na cultura umbundu de Angola", “A globalização e os conflitos no Sul”, “O caso angolano” e “Didáskw”, volume I e II.

Também, é autor de diversos artigos científicos publicados em várias revistas nacionais e internacionais, fruto da sua capacidade intelectual e de reflexão, em que se notabilizou desde muito cedo.

De acordo com o comunicado da Arquidiocese do Huambo, a que ANGOP teve acesso hoje, terça-feira, o malogrado foi internado na manhã de segunda-feira, no Hospital Geral do Huambo, onde acabou por falecer horas depois.

Adianta que as exéquias do sacerdote serão realizadas em data a anunciar oportunamente, com a celebração de vários actos religiosos e homenagens.

Doutorado em Teologia Dogmática, em 1981, pela Pontifícia Universidade Urbaniana de Roma, André Lucamba foi ordenado padre em 1971, tendo exercido, entre outras funções sacerdotais, a de reitor do Seminário Maior do Cristo Rei e Pároco de São Pedro, arredores desta cidade.

Aposentou-se da vida sacerdotal activa em 2000, dedicando-se a actividades de investigação científica e à docência no Seminário Maior de Cristo Rei e no Núcleo da Universidade Aberta de Lisboa no Huambo, onde desempenhava o cargo de coordenador adjunto.