Morreu jornalista  Amaro Fonseca

  • Jornalista Amaro Fonseca
Luanda – Morreu, neste sábado, em Luanda, vítima de doença, o jornalista da Rádio Nacional de Angola (RNA-E.P), Amaro Fonseca.

Segundo o Conselho de Administração da RNA-E.P, o profissional se encontrava internado numa clínica em Luanda.

Na sua nota, a RNA-E.P avança que Amaro Fonseca notabilizou-se no jornalismo radiofónico ao desmistificar a arte de informar, colocando um destaque maior às línguas nacionais, em particular a língua Kimbundo, num dos programas com maior audiência em Luanda, o programa Balumuka, da Rádio Luanda.

Amaro Fonseca nasceu em 1955, na localidade de Ambaca, província do Cuanza Norte.

Segundo o Conselho de Administração da RNA-E.P, o profissional se encontrava internado numa clínica em Luanda.

Na sua nota, a RNA-E.P avança que Amaro Fonseca notabilizou-se no jornalismo radiofónico ao desmistificar a arte de informar, colocando um destaque maior às línguas nacionais, em particular a língua Kimbundo, num dos programas com maior audiência em Luanda, o programa Balumuka, da Rádio Luanda.

Amaro Fonseca nasceu em 1955, na localidade de Ambaca, província do Cuanza Norte.