MPLA destaca acção da Igreja Tocoista na moralização da sociedade

  • Albino Carlos, secretário para os assuntos sociais do MPLA (Arquivo)
Luanda - O secretário para os assuntos sociais do MPLA, Albino Carlos, reconheceu, esta sexta-feira, em Luanda, o papel da Igreja Tocoista no resgate dos valores morais e éticos.

O político fez este pronunciamento na sessão de abertura do primeiro concílio da Igreja Tocoista que decorre de 22 a 23 do corrente mês,  no âmbito das actividades  em alusão ao 72º aniversário da relembrança da congregação religiosa a se assinalar-se a 25 de Julho.

De acordo  com Albino Carlos, o MPLA tem a Igreja Tocoista como um parceiro privilegiado na moralização da sociedade, de modo a se construir uma não forte, harmoniosa, una e coesa.

“A igreja tem se destacado no respeito dos valores da angolanidade e do patriotismo”,referiu.

Para o político, este concílio realiza-se num momento de suma importância para o país, pois os assuntos da igreja devem ser discutidos na igreja.

Entretanto, o líder da Igreja Tocoista, bispo Dom Afonso Nunes, defendeu a necessidade do clero reflectir sobre a situação actual e tomar as medidas adequadas para corrigir eventuais erros que sejam detectados.

Afirmou que a igreja deve ser tolerante e aberta em relação aos problemas que são apresentados pelos fiéis tendo o princípio da desculpa e do perdão.

Para Dom Afonso Nunes, a igreja deve adequar-se as culturas de outros povos, de forma a que a missão evangelizadora tenha êxito.

Este evento visa reforçar a unidade de acção e de pensamento do clero da igreja tocoista no auxílio ao líder  espiritual na condução geral da igreja em todo o universo.

Apreciar sobre temas relativos aos dogmas cristãos tocoistas e a doutrina e conduta da vida cristã, bem como reflectir sobre a necessidade de rever o exercício da doutrina cristã são outros objectivos preconizados.

No evento, que decorre em sistema híbrido, estão a ser debatidos os factores endógenos e exógenos que condicionam a vida eclesial tocoista, revisão e actualização dos dogmas cristãos tocoistas, situação de casais tocoistas desavindos.

O primeiro concílio da Igreja Tocoista decorre sob o lema “repensemos a igreja de Cristo em todos os momentos”.

Participam no evento delegados oriundos das 18 províncias do país e representantes de países onde está implantada a igreja tocoista.

 

O político fez este pronunciamento na sessão de abertura do primeiro concílio da Igreja Tocoista que decorre de 22 a 23 do corrente mês,  no âmbito das actividades  em alusão ao 72º aniversário da relembrança da congregação religiosa a se assinalar-se a 25 de Julho.

De acordo  com Albino Carlos, o MPLA tem a Igreja Tocoista como um parceiro privilegiado na moralização da sociedade, de modo a se construir uma não forte, harmoniosa, una e coesa.

“A igreja tem se destacado no respeito dos valores da angolanidade e do patriotismo”,referiu.

Para o político, este concílio realiza-se num momento de suma importância para o país, pois os assuntos da igreja devem ser discutidos na igreja.

Entretanto, o líder da Igreja Tocoista, bispo Dom Afonso Nunes, defendeu a necessidade do clero reflectir sobre a situação actual e tomar as medidas adequadas para corrigir eventuais erros que sejam detectados.

Afirmou que a igreja deve ser tolerante e aberta em relação aos problemas que são apresentados pelos fiéis tendo o princípio da desculpa e do perdão.

Para Dom Afonso Nunes, a igreja deve adequar-se as culturas de outros povos, de forma a que a missão evangelizadora tenha êxito.

Este evento visa reforçar a unidade de acção e de pensamento do clero da igreja tocoista no auxílio ao líder  espiritual na condução geral da igreja em todo o universo.

Apreciar sobre temas relativos aos dogmas cristãos tocoistas e a doutrina e conduta da vida cristã, bem como reflectir sobre a necessidade de rever o exercício da doutrina cristã são outros objectivos preconizados.

No evento, que decorre em sistema híbrido, estão a ser debatidos os factores endógenos e exógenos que condicionam a vida eclesial tocoista, revisão e actualização dos dogmas cristãos tocoistas, situação de casais tocoistas desavindos.

O primeiro concílio da Igreja Tocoista decorre sob o lema “repensemos a igreja de Cristo em todos os momentos”.

Participam no evento delegados oriundos das 18 províncias do país e representantes de países onde está implantada a igreja tocoista.