Lançada pedra para construção dos Serviços integrados do MININT

Moçâmedes- O secretário de Estado do Interior para área de Asseguramento Técnico , Salvador Rodrigues, procedeu, nesta terça-feira, o lançamento da primeira pedra para a construção do edifício dos serviços Integrados do Ministério do Interior no Namibe.

A obra inserida no âmbito do Plano Integrado de Intervenção nos Municipios (PIIM) contempla a construção de seis blocos, com os serviços administrativos dos serviços de Investigação criminal, os serviços de rádios e telecomunicações   e de manutenção , serviços técnicos.

O mesmo projecto contempla ainda a aquisição de um gerador de capacidade de 60 KVA e um posto de transformação, bem como a construção de refeitórios e de um tanque de água com capacidade de 60 mil litros, entre outros compartimentos.

Com um prazo de execução de dez meses, a obra está orçada em 640 milhões e 972 mil  e 672 de kwanzas e contará com uma força de trabalho de 70 trabalhadores e será erguida numa área de dois mil e quinhentos metros quadrados.

Salvador Rodrigues salientou que a conclusão desta obras vai permitir a criação de melhores condções de trabalho para os efectivos dos diferentes orgãos.

“Pretendemos prestar um serviço de qualidade aos cidadãos  que todos os dias procuram pela nossa ajuda e ainda prestigiar o próprio Ministério na provincia”, acrescentou.

Por seu turno, a vice–governadora para os serviços técnicos e infra-estruturas, Ema Guimarães, disse que após a sua conclusão vai reforçar a segurança das populações, proporcionando mais serviços de proximidades aos cidadãos em termos de segurança publica e atendimento.

Garantiu que o governo local vai monitorizar a obra para que seja  executada com a qualidade desejada.

 

 

 

 

A obra inserida no âmbito do Plano Integrado de Intervenção nos Municipios (PIIM) contempla a construção de seis blocos, com os serviços administrativos dos serviços de Investigação criminal, os serviços de rádios e telecomunicações   e de manutenção , serviços técnicos.

O mesmo projecto contempla ainda a aquisição de um gerador de capacidade de 60 KVA e um posto de transformação, bem como a construção de refeitórios e de um tanque de água com capacidade de 60 mil litros, entre outros compartimentos.

Com um prazo de execução de dez meses, a obra está orçada em 640 milhões e 972 mil  e 672 de kwanzas e contará com uma força de trabalho de 70 trabalhadores e será erguida numa área de dois mil e quinhentos metros quadrados.

Salvador Rodrigues salientou que a conclusão desta obras vai permitir a criação de melhores condções de trabalho para os efectivos dos diferentes orgãos.

“Pretendemos prestar um serviço de qualidade aos cidadãos  que todos os dias procuram pela nossa ajuda e ainda prestigiar o próprio Ministério na provincia”, acrescentou.

Por seu turno, a vice–governadora para os serviços técnicos e infra-estruturas, Ema Guimarães, disse que após a sua conclusão vai reforçar a segurança das populações, proporcionando mais serviços de proximidades aos cidadãos em termos de segurança publica e atendimento.

Garantiu que o governo local vai monitorizar a obra para que seja  executada com a qualidade desejada.