Novo representante do CICA no Namibe apela união entre as igrejas

Moçâmedes - O novo representante do Conselho das Igrejas Cristãs de Angola, CICA, no Namibe, reverendo Pedro Manuel Tiago, apelou hoje, nesta cidade, a união entre os irmãos das denominações religiosas uma sociedade cristã firme na palavra de Deus e no amor ao próximo .

Pedro Manuel Tiago diz ser necessário manter a fé no seio dos cristãos e juntos caminhar num só objectivo, o da busca de soluções dos problemas que enfermam ainda muitos populares, sobretudo aqueles que vivem em zonas distantes da sede capital da provincia.

Falando no culto de empossamento dos novos membros do CICA, reconheceu o contributo e apoio que o Governo angolano tem prestado às igrejas, augurando que este gesto venha ser continuo pelo facto de continuarem parceiros do Estado, ajudando-o na busca de soluções que visam a melhoria do bem estar de milhares de populares.

“Aqui assumismos o nosso compromisso de continuarmos a trabalhar por forma a manter a fé, unidade e a comunhão entre todos os irmãos, pois o essêncial é mantermos a paz efectiva entre todos os angolanos”, disse.

De salientar que o reverendo da Igreja Evangélica de Angola (EIA) dirigirá o CICA no Namibe, num periodo de dois anos, tendo substituído o pastor, Félix Samunhongo, contando com o auxlio de outros dez membros.

Na ocasião a vice-governadora do Namibe, para o sector Poltico, Económico e Social, Carla Maiza Tavares, exortou os fiéis das diferentes igrejas a continuarem a manter a fé , esperança, solidariedade e amor ao próximo.

A governante disse que o Governo do Namibe enquanto entidade máxima do Estado vai continuar a prestar o apoio às igrejas.

O CICA no Namibe está representado por oito igrejas.

Pedro Manuel Tiago diz ser necessário manter a fé no seio dos cristãos e juntos caminhar num só objectivo, o da busca de soluções dos problemas que enfermam ainda muitos populares, sobretudo aqueles que vivem em zonas distantes da sede capital da provincia.

Falando no culto de empossamento dos novos membros do CICA, reconheceu o contributo e apoio que o Governo angolano tem prestado às igrejas, augurando que este gesto venha ser continuo pelo facto de continuarem parceiros do Estado, ajudando-o na busca de soluções que visam a melhoria do bem estar de milhares de populares.

“Aqui assumismos o nosso compromisso de continuarmos a trabalhar por forma a manter a fé, unidade e a comunhão entre todos os irmãos, pois o essêncial é mantermos a paz efectiva entre todos os angolanos”, disse.

De salientar que o reverendo da Igreja Evangélica de Angola (EIA) dirigirá o CICA no Namibe, num periodo de dois anos, tendo substituído o pastor, Félix Samunhongo, contando com o auxlio de outros dez membros.

Na ocasião a vice-governadora do Namibe, para o sector Poltico, Económico e Social, Carla Maiza Tavares, exortou os fiéis das diferentes igrejas a continuarem a manter a fé , esperança, solidariedade e amor ao próximo.

A governante disse que o Governo do Namibe enquanto entidade máxima do Estado vai continuar a prestar o apoio às igrejas.

O CICA no Namibe está representado por oito igrejas.