PIIM no Namibe consome sete mil milhões de kwanzas

  • Namibe ganha mais escolas públicas
Moçâmedes- O Programa Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM), no Namibe, consumiu já cerca de sete mil milhões de Kwanzas em projectos ligados aos sectores da educação, saúde, estradas, água, enérgica, segurança pública e vias de comunicação.

A informação foi avançada á ANGOP pelo chefe do departamento  de contratação de investimentos públicos, Teotónio Makanda, tendo salientado que as obras do PIIM em curso, com uma execução física na ordem dos 50 por cento, cpoderão ser inauguradas nos proximos meses.

Em função das reclamações  apresentadas por alguns empreteiros das obras que  mereceram a visita do ministro Marci Lopes, o responsável esclareceu que os projectos do PIIM obedecem algumas regras na sua execução e aloucação de verbas financeiras, sendo feita mediante a auto validação que é acompanhada de uma factura.

De salientar que os 81 projectos estão avaliados em 21 mil milhões 57 milhões 140 mil 410 kwanzas e 71 cêntimos.

Dos projectos em curso 17 estão destinados ao sector da saúde, 20 a  educação e os demais para as àguas, enérgia, vias de comunicação e segurança pública.

Destes, foram já inauguradas seis escolas, sendo quatro no município do Tômbwa e duas em Moçâmedes,  um centro e um posto de saúde no município da Bibala.

O PIIM no Namibe permitiu a criação de mais de 300 postos de trabalho nos cinco municipios: Moçâmedes, Virei, Bibala, Tõmbwa e Camucuio.

 

A informação foi avançada á ANGOP pelo chefe do departamento  de contratação de investimentos públicos, Teotónio Makanda, tendo salientado que as obras do PIIM em curso, com uma execução física na ordem dos 50 por cento, cpoderão ser inauguradas nos proximos meses.

Em função das reclamações  apresentadas por alguns empreteiros das obras que  mereceram a visita do ministro Marci Lopes, o responsável esclareceu que os projectos do PIIM obedecem algumas regras na sua execução e aloucação de verbas financeiras, sendo feita mediante a auto validação que é acompanhada de uma factura.

De salientar que os 81 projectos estão avaliados em 21 mil milhões 57 milhões 140 mil 410 kwanzas e 71 cêntimos.

Dos projectos em curso 17 estão destinados ao sector da saúde, 20 a  educação e os demais para as àguas, enérgia, vias de comunicação e segurança pública.

Destes, foram já inauguradas seis escolas, sendo quatro no município do Tômbwa e duas em Moçâmedes,  um centro e um posto de saúde no município da Bibala.

O PIIM no Namibe permitiu a criação de mais de 300 postos de trabalho nos cinco municipios: Moçâmedes, Virei, Bibala, Tõmbwa e Camucuio.