PRIMEIRAS OBRAS DO PIIM NA CAÁLA CONCLUÍDAS EM ABRIL

Caála – Os primeiros projectos inseridos no Plano Integrado de Intervenção dos Municípios (PIIM), no município da Caála (Huambo), serão concluídos em Abril deste ano.

Trata-se do restauro de dois quilómetros de estradas da cidade da Caála, avaliadas em Akz 188 milhões, assim como do palácio do administrador municipal, num investimento de 120 milhões, 328 mil e 897 Kwanzas.

Na Caála, o PIIM inscreve ainda a reabilitação e apetrechamento dos centros de saúde das comunas da Catata (orçado em Akz 49 milhões), da Calega (34 milhões e 275 mil) e do Cuima (Akz 47 milhões e 450 mil).

A aquisição de meios para o melhoramento do saneamento básico fazem igualmente parte do cronograma de acções.

Em declarações hoje à imprensa, o administrador local, Francisco Kata, explicou que a execução financeira das empreitadas ronda entre os 15 a 92 por cento, enquanto a física vária entre 88 a 94 por cento.

Informou que, apesar da pandemia da Covid-19, as obras do PIIM na Caála decorrem sem  sobressaltos, com criação  de 379 postos de trabalho.

O PIIM, uma iniciativa do Governo angolano no quadro do processo de desconcentração e descentralização administrativa, abrange os 164 municípios do país e prevê a construção de diversas infra-estruturas com o impacto directo na vida do cidadão.

 

Trata-se do restauro de dois quilómetros de estradas da cidade da Caála, avaliadas em Akz 188 milhões, assim como do palácio do administrador municipal, num investimento de 120 milhões, 328 mil e 897 Kwanzas.

Na Caála, o PIIM inscreve ainda a reabilitação e apetrechamento dos centros de saúde das comunas da Catata (orçado em Akz 49 milhões), da Calega (34 milhões e 275 mil) e do Cuima (Akz 47 milhões e 450 mil).

A aquisição de meios para o melhoramento do saneamento básico fazem igualmente parte do cronograma de acções.

Em declarações hoje à imprensa, o administrador local, Francisco Kata, explicou que a execução financeira das empreitadas ronda entre os 15 a 92 por cento, enquanto a física vária entre 88 a 94 por cento.

Informou que, apesar da pandemia da Covid-19, as obras do PIIM na Caála decorrem sem  sobressaltos, com criação  de 379 postos de trabalho.

O PIIM, uma iniciativa do Governo angolano no quadro do processo de desconcentração e descentralização administrativa, abrange os 164 municípios do país e prevê a construção de diversas infra-estruturas com o impacto directo na vida do cidadão.