Parlamentares do MPLA apoiam vítimas da chuva em Luanda

  • Virgilio Fontes Pereira, Presidente da GNA AP/CPLP
Luanda - Deputados do grupo parlamentar do MPLA fizeram hoje (sábado) a entrega de bens diversos às vítimas das chuvas, em Luanda, muitas das quais perderam familiares, residências e bens básicos.

A comitiva, dividida em três grupos, trabalhou, em simultâneo, nos municípios de Cacuaco, Viana e Cazenga, onde consolou e distribuiu bens alimentares, detergentes e fogões às famílias enlutadas e aos demais sinistrados, para minimizar o seu sofrimento.

No decorrer desta visita de solidariedade e de constatação dos danos causados pelas chuvas, o presidente do grupo parlamentar do MPLA, Virgílio de Fontes Pereira, considerou a situação dos sinistrados de preocupante (...).

No município do Cazenga, Virgílio de Fontes Pereira afirmou à  imprensa que os deputados vão continuar a fazer advocacia para que o processo de realojamento das famílias afectadas seja feito o mais rápido possível

Segundo o parlamentar, os partidos políticos, igrejas e sociedade civil organizada devem continuar a promover campanhas de educação cívica  nas comunidades, para desencorajar a construção de habitações em zonas de risco. 

Nas zonas visitadas, as chuvas causaram prejuízos materiais e humanos,  bem como deixaram várias famílias ao relento, devido ao desabamento das suas casas.

No distrito urbano do Kalawenda (município do Cazenga), à população sinistrada, também, recebeu ajuda dos parlamentares, bem como palavras de conforto e de incentivo.

Nesta zona do Buraco (sector 20), registaram-se 25 residências inundadas e três desabadas. Não se registou nenhuma vítima mortal.

Segundo o último balanço dos bombeiros desta semana, as útimas chuvas torrenciais (19) provocaram, em Luanda,  24 mortos, dois feridos, a inundação de 2.289 residências, o desalojamento de 2.344 famílias, entre outros danos materiais em diversas infra-estruturas (escolas, postos de saúde, pontes e bacias de retenção).

A comitiva, dividida em três grupos, trabalhou, em simultâneo, nos municípios de Cacuaco, Viana e Cazenga, onde consolou e distribuiu bens alimentares, detergentes e fogões às famílias enlutadas e aos demais sinistrados, para minimizar o seu sofrimento.

No decorrer desta visita de solidariedade e de constatação dos danos causados pelas chuvas, o presidente do grupo parlamentar do MPLA, Virgílio de Fontes Pereira, considerou a situação dos sinistrados de preocupante (...).

No município do Cazenga, Virgílio de Fontes Pereira afirmou à  imprensa que os deputados vão continuar a fazer advocacia para que o processo de realojamento das famílias afectadas seja feito o mais rápido possível

Segundo o parlamentar, os partidos políticos, igrejas e sociedade civil organizada devem continuar a promover campanhas de educação cívica  nas comunidades, para desencorajar a construção de habitações em zonas de risco. 

Nas zonas visitadas, as chuvas causaram prejuízos materiais e humanos,  bem como deixaram várias famílias ao relento, devido ao desabamento das suas casas.

No distrito urbano do Kalawenda (município do Cazenga), à população sinistrada, também, recebeu ajuda dos parlamentares, bem como palavras de conforto e de incentivo.

Nesta zona do Buraco (sector 20), registaram-se 25 residências inundadas e três desabadas. Não se registou nenhuma vítima mortal.

Segundo o último balanço dos bombeiros desta semana, as útimas chuvas torrenciais (19) provocaram, em Luanda,  24 mortos, dois feridos, a inundação de 2.289 residências, o desalojamento de 2.344 famílias, entre outros danos materiais em diversas infra-estruturas (escolas, postos de saúde, pontes e bacias de retenção).