PIIM com dois projectos concluídos na Matala

Matala - Dois dos cinco projectos em execução na Matala, província da Huíla, no quadro do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM), já estão concluídos e colocados à disposição população, constatou esta terça-feira a ANGOP.

Trata-se de dois postos de saúde reabilitados, apetrechados nas localidades do Matunto e Calumbo, que vão beneficiar um população estimada em 34 mil pessoas.

Ao todo a Matala conta com 19 projectos inscritos, mas apenas cinco estão em execução, segundo a directora municipal de Estudo, Planeamento e Estatística, Ana Cuayela.

A responsável afirmou que entre os cinco projectos em curso estão duas escolas, com sete salas de aulas cada, sendo uma na comuna de Capelongo e outra no sector do Hossi, comuna do Micosse.

Ainda do quadro dos cinco projectos estão a reabilitação e ampliação do posto de saúde do Mulondo, a terraplanagem de 59 quilómetros dos troços Freixiel/Matala e Cuvelai/Matala e a asfaltagem de 7.79 quilómetros da vila sede.

Entretanto, Ana Cuayela notou que outros cinco projectos aguardam por homologação para sua execução, o que poderá acontecer ainda no ano em curso.

Entre os referidos projectos constam duas escolas nas localidades das Cacimbas e do Nguendje, o apetrechamento de unidades sanitárias, a aquisição de medicamentos, equipamentos hospitalares e materiais gastáveis, assim como a aquisição de inputs agrícolas.

A reabilitação e ampliação do sistema de abastecimento de água na Matala, de quatro tanques banheiros para o gado e a construção do centro sanatório, são projectos gizados, ainda sem verba disponível, mas com contractos já rubricados.

Ainda no âmbito do PIIM, Ana Cuayela, referiu que estão em curso os concursos dos projectos de aquisição de embarcações para pesca artesanal e aquisição de medicamentos para o tratamento de gado.

Com uma população estimada em mais de em 315 mil e 344 habitantes, distribuídas por quatro comunas (Capelongo, Mulondo, Micosse e sede), no âmbito do PIIM, o município da Matala conta com mais de três mil milhões de Kwanzas.

Trata-se de dois postos de saúde reabilitados, apetrechados nas localidades do Matunto e Calumbo, que vão beneficiar um população estimada em 34 mil pessoas.

Ao todo a Matala conta com 19 projectos inscritos, mas apenas cinco estão em execução, segundo a directora municipal de Estudo, Planeamento e Estatística, Ana Cuayela.

A responsável afirmou que entre os cinco projectos em curso estão duas escolas, com sete salas de aulas cada, sendo uma na comuna de Capelongo e outra no sector do Hossi, comuna do Micosse.

Ainda do quadro dos cinco projectos estão a reabilitação e ampliação do posto de saúde do Mulondo, a terraplanagem de 59 quilómetros dos troços Freixiel/Matala e Cuvelai/Matala e a asfaltagem de 7.79 quilómetros da vila sede.

Entretanto, Ana Cuayela notou que outros cinco projectos aguardam por homologação para sua execução, o que poderá acontecer ainda no ano em curso.

Entre os referidos projectos constam duas escolas nas localidades das Cacimbas e do Nguendje, o apetrechamento de unidades sanitárias, a aquisição de medicamentos, equipamentos hospitalares e materiais gastáveis, assim como a aquisição de inputs agrícolas.

A reabilitação e ampliação do sistema de abastecimento de água na Matala, de quatro tanques banheiros para o gado e a construção do centro sanatório, são projectos gizados, ainda sem verba disponível, mas com contractos já rubricados.

Ainda no âmbito do PIIM, Ana Cuayela, referiu que estão em curso os concursos dos projectos de aquisição de embarcações para pesca artesanal e aquisição de medicamentos para o tratamento de gado.

Com uma população estimada em mais de em 315 mil e 344 habitantes, distribuídas por quatro comunas (Capelongo, Mulondo, Micosse e sede), no âmbito do PIIM, o município da Matala conta com mais de três mil milhões de Kwanzas.