Inaugurada escola do II ciclo em Cambundi-Catembo

Malanje- Uma escola do II ciclo, de 12 salas de aula construída e apetrechada no âmbito do Programa Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM), foi inaugurada, quinta-feira, na sede municipal de Cambundi-Catembo.

O empreendimento, que vai albergar 864 alunos em dois turnos, no curso técnico de saúde, está orçado em 158 milhões 720 mil Kwanzas e vai atender também a população dos municípios de Quirima, Luquembo e Mucari.

Esta é a segunda infra-estrutura escolar que o município de Cambundi-catembo ganha no quadro do PIIM, sendo que a primeira foi inaugurada em Abril, na comuna de Dumba Cabango.

O governador provincial, Norberto dos Santos, reiterou a posta do governo na construção de mais escolas, sobretudo primárias, de modo a aumentar a oferta educativa na região. Apelou para a denúncia daqueles que, eventualmente, pretendam vandalizar o imóvel.

Por outro lado, o governante anunciou a rescisão de contratos de obras do PIIM com empresas comprovadamente sem capacidade técnica e levá-las a tribunal, de modo a restituir os valores já pagos.

Por sua vez, a administradora municipal de Cambundi-Catembo, Fátima Paulo, frisou que a entrada em funcionamento de mais uma escola na circunscrição vai reduzir o número de cidadãos fora do sistema de ensino, actualmente cifrado em mil e 92.

Disse ainda ser necessário a construção de residências para professores, de modo a proporcioná-los melhores condições de acomodação e estimular a permanência na área de jurisdição.

Actualmente, o Município de Cambundi-Catembo conta com 20 escolas, que correspondem a 172 salas de aula.

Para o ano lectivo 2020/2021, foram matriculados 12 mil 363 alunos, da iniciação ao II ciclo.

A par da escola, a sede municipal beneficiou ainda de um sistema de água, com capacidade para bombear 10 mil litros/hora, construída no âmbito do Programa de Combate à Pobreza.

Cambundi-Catembo dista a 185 quilómetros da cidade de Malanje e conta com uma população estimada em 49 mil habitantes distribuídos pelas comunas Sede, Dumba Cabango, Tala Mungongo e Kitapa.

 

O empreendimento, que vai albergar 864 alunos em dois turnos, no curso técnico de saúde, está orçado em 158 milhões 720 mil Kwanzas e vai atender também a população dos municípios de Quirima, Luquembo e Mucari.

Esta é a segunda infra-estrutura escolar que o município de Cambundi-catembo ganha no quadro do PIIM, sendo que a primeira foi inaugurada em Abril, na comuna de Dumba Cabango.

O governador provincial, Norberto dos Santos, reiterou a posta do governo na construção de mais escolas, sobretudo primárias, de modo a aumentar a oferta educativa na região. Apelou para a denúncia daqueles que, eventualmente, pretendam vandalizar o imóvel.

Por outro lado, o governante anunciou a rescisão de contratos de obras do PIIM com empresas comprovadamente sem capacidade técnica e levá-las a tribunal, de modo a restituir os valores já pagos.

Por sua vez, a administradora municipal de Cambundi-Catembo, Fátima Paulo, frisou que a entrada em funcionamento de mais uma escola na circunscrição vai reduzir o número de cidadãos fora do sistema de ensino, actualmente cifrado em mil e 92.

Disse ainda ser necessário a construção de residências para professores, de modo a proporcioná-los melhores condições de acomodação e estimular a permanência na área de jurisdição.

Actualmente, o Município de Cambundi-Catembo conta com 20 escolas, que correspondem a 172 salas de aula.

Para o ano lectivo 2020/2021, foram matriculados 12 mil 363 alunos, da iniciação ao II ciclo.

A par da escola, a sede municipal beneficiou ainda de um sistema de água, com capacidade para bombear 10 mil litros/hora, construída no âmbito do Programa de Combate à Pobreza.

Cambundi-Catembo dista a 185 quilómetros da cidade de Malanje e conta com uma população estimada em 49 mil habitantes distribuídos pelas comunas Sede, Dumba Cabango, Tala Mungongo e Kitapa.