Consignadas primeiras obras do PIIM no Cuando Cubango

  • Julio Bessa, Governador provincial do Cuando Cubango
Menongue – A reabilitação do estádio municipal de Menongue e a construção do complexo desportivo anexo da Banca são as duas primeiras obras consignadas esta terça-feira, em Menongue, Cuando Cubango, no âmbito do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM).

As obras têm a duração de 12 meses e estão a cargo da construtora "Omatapalo", estando a reabilitação do estádio municipal de Menongue orçada em cinco mil milhões 689 milhões 925 mil 200 kwanzas e oito cêntimos.

As obras vão decorrer numa área de sete mil 690 metros quadrados e o estádio terá capacidade para três mil e 400 espectadores, com relva sintética, pista de atletismo e dois parques de estacionamento com 400 lugares.

A construção do complexo desportivo anexo da Banca está orçada em três mil milhões, 592 milhões 927 mil 865 kwanzas e trinta e seis cêntimos e será erguido numa área de dois mil 530 metros quadrados.

O complexo terá um campo com relva sintética, uma bancada com capacidade de 400 lugares sentados, instalações sanitárias, parque de estacionamento, recinto polidesportivo, pista de atletismo e balneários.

A assinatura dos actos de consignação foram feitas, por parte do governo do Cuando Cubango, pelo vice-governador para os Serviços Técnicos e Infra-estruturas e coordenador do PIIM na província, Afonso de Antas Miguel, e pelo representante da empresa "Omatapalo", Cláudio Barbosa.

O governador provincial do Cuando Cubango, Júlio Bessa, explicou que o PIIM apenas iniciou oficialmente hoje, em função do trabalho árduo feito nos nove municípios, para se aferir das principais ansiedades das populações.

Tais necessidades, disse, traduzem-se em projectos e acções concretas, seguindo o Programa de Desenvolvimento Nacional (PDN 2018-2022), aproveitando a ocasião para anunciar a construção de um internato para crianças em conflito com a lei, cujas obras iniciam dentro de seis meses, financiadas pelo PIIM.

Actualmente, por falta de um internato do género, as crianças em conflito com a lei estão acolhidas no Centro Padre João Bosco dos Santos, em Menongue, controladas pelas irmãs afectas à Igreja Católica, onde vivem outras na condição de órfãs, desamparadas, abandonadas e vulneráveis, de quase todas as províncias do país.

Fruto dessa preocupante realidade, a Comissão Provincial Judiciária recomendou recentemente ao governo local, numa das suas reuniões, a criação de condições para se albergar os menores em conflito com a lei, para que não influenciem as demais, com comportamentos negativos.

No Cuando Cubango estão previstas, numa primeira fase, 121 empreitadas financiadas pelo PIIM, avaliadas em 28 mil milhões 732 milhões 780 mil 86 kwanzas e 41 cêntimos.

O PIIM será executado nas nove sedes municipais e 22 comunais, envolvendo, na sua execução, 306 empresas contratadas, das quais 158 são locais.

Destaques para a construção e reabilitação de 25 empreendimentos ligados ao ensino e formação profissional, 31 unidades de saúde, um de expansão das telecomunicações, seis projectos de planeamento e gestão urbana, sete do sector produtivo, doze do sector de abastecimento de água e dez de energia eléctrica.

As obras têm a duração de 12 meses e estão a cargo da construtora "Omatapalo", estando a reabilitação do estádio municipal de Menongue orçada em cinco mil milhões 689 milhões 925 mil 200 kwanzas e oito cêntimos.

As obras vão decorrer numa área de sete mil 690 metros quadrados e o estádio terá capacidade para três mil e 400 espectadores, com relva sintética, pista de atletismo e dois parques de estacionamento com 400 lugares.

A construção do complexo desportivo anexo da Banca está orçada em três mil milhões, 592 milhões 927 mil 865 kwanzas e trinta e seis cêntimos e será erguido numa área de dois mil 530 metros quadrados.

O complexo terá um campo com relva sintética, uma bancada com capacidade de 400 lugares sentados, instalações sanitárias, parque de estacionamento, recinto polidesportivo, pista de atletismo e balneários.

A assinatura dos actos de consignação foram feitas, por parte do governo do Cuando Cubango, pelo vice-governador para os Serviços Técnicos e Infra-estruturas e coordenador do PIIM na província, Afonso de Antas Miguel, e pelo representante da empresa "Omatapalo", Cláudio Barbosa.

O governador provincial do Cuando Cubango, Júlio Bessa, explicou que o PIIM apenas iniciou oficialmente hoje, em função do trabalho árduo feito nos nove municípios, para se aferir das principais ansiedades das populações.

Tais necessidades, disse, traduzem-se em projectos e acções concretas, seguindo o Programa de Desenvolvimento Nacional (PDN 2018-2022), aproveitando a ocasião para anunciar a construção de um internato para crianças em conflito com a lei, cujas obras iniciam dentro de seis meses, financiadas pelo PIIM.

Actualmente, por falta de um internato do género, as crianças em conflito com a lei estão acolhidas no Centro Padre João Bosco dos Santos, em Menongue, controladas pelas irmãs afectas à Igreja Católica, onde vivem outras na condição de órfãs, desamparadas, abandonadas e vulneráveis, de quase todas as províncias do país.

Fruto dessa preocupante realidade, a Comissão Provincial Judiciária recomendou recentemente ao governo local, numa das suas reuniões, a criação de condições para se albergar os menores em conflito com a lei, para que não influenciem as demais, com comportamentos negativos.

No Cuando Cubango estão previstas, numa primeira fase, 121 empreitadas financiadas pelo PIIM, avaliadas em 28 mil milhões 732 milhões 780 mil 86 kwanzas e 41 cêntimos.

O PIIM será executado nas nove sedes municipais e 22 comunais, envolvendo, na sua execução, 306 empresas contratadas, das quais 158 são locais.

Destaques para a construção e reabilitação de 25 empreendimentos ligados ao ensino e formação profissional, 31 unidades de saúde, um de expansão das telecomunicações, seis projectos de planeamento e gestão urbana, sete do sector produtivo, doze do sector de abastecimento de água e dez de energia eléctrica.