PIIM garante mais de mil empregos na Lunda Norte

  • Centralidade do Mussungue  na Província da Lunda Norte
Cambulo – Mil e 915 cidadãos, maioritariamente jovens, ganharam o primeiro emprego na província da Lunda Norte, com a implementação de 59 projectos inseridos no Plano Integrado de Intervenção aos Municípios (PIIM), em curso desde Março de 2020.

O município de Chitato absorve o maior número de empregados, com 469, Lucapa (383), Cambulo (277), Cuilo (148), Lubalo (147), Caungula (113), Xá-muteba (108), Lóvua (107), Capenda (92) e Cuango (71).

A informação foi avançada hoje, terça-feira, pela directora do Gabinete de Estudo e Planeamento (GEP), Edna Queximalunga, durante a primeira reunião extraordinária do governo provincial, acrescentando que os projectos em curso já consumiram três biliões, 152 milhões, 225 mil, 873 Kwanzas, o que representa uma execução financeira na ordem dos 22,85 por cento.

Avançou que estão em execução 21 escolas de sete e 12 salas de aulas, que vão permitir a inserção de mais de 21 mil alunos no sistema normal de ensino, quatro esquadras policiais, seis postos de saúde, 10 projectos de saneamento básico, seis furos de água e 16 residências de função.

Fez saber que as obras estão executadas a 30 por cento, sendo que em Maio do ano em curso começam a ser inauguradas as primeiras empreitadas.

A província da Lunda Norte inscreveu 71 projectos, orçados em mais de 19 mil milhões de Kwanzas, sendo cinco sob responsabilidade do Ministério da Administração do Território, 65 das administrações municipais e um do governo provincial.

O município de Chitato absorve o maior número de empregados, com 469, Lucapa (383), Cambulo (277), Cuilo (148), Lubalo (147), Caungula (113), Xá-muteba (108), Lóvua (107), Capenda (92) e Cuango (71).

A informação foi avançada hoje, terça-feira, pela directora do Gabinete de Estudo e Planeamento (GEP), Edna Queximalunga, durante a primeira reunião extraordinária do governo provincial, acrescentando que os projectos em curso já consumiram três biliões, 152 milhões, 225 mil, 873 Kwanzas, o que representa uma execução financeira na ordem dos 22,85 por cento.

Avançou que estão em execução 21 escolas de sete e 12 salas de aulas, que vão permitir a inserção de mais de 21 mil alunos no sistema normal de ensino, quatro esquadras policiais, seis postos de saúde, 10 projectos de saneamento básico, seis furos de água e 16 residências de função.

Fez saber que as obras estão executadas a 30 por cento, sendo que em Maio do ano em curso começam a ser inauguradas as primeiras empreitadas.

A província da Lunda Norte inscreveu 71 projectos, orçados em mais de 19 mil milhões de Kwanzas, sendo cinco sob responsabilidade do Ministério da Administração do Território, 65 das administrações municipais e um do governo provincial.