PIIM: Huambo conclui 12 projectos sociais

  • Huambo: Trabalhos de asfaltagem da comuna da Calenga no âmbito do PIIM
Huambo – Doze projectos sociais, de um total de 143 em execução, foram concluídos até Agosto último, na província do Huambo, no âmbito da implementação do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios, soube a Angop, esta terça-feira.

Os dados foram avançados pelo director do Gabinete local de Estudo, Planeamento e Estatística, Bernardo Elavoco, durante a VIII sessão Ordinária e Plenário do Governo Provincial do Huambo, orientada pela governadora Lotti Nolika.

Conforme o responsável, trata-se de duas escolas do I e II ciclo do ensino secundário no município do Mungo e a reabilitação de 2.5 quilómetros de estrada na sede comunal da Calenga, na municipalidade da Caála, cuja inauguração acontece nos próximos dias.

Bernardo Elavoco informou que entre as acções concluídas constam dois centros de saúde, igual número de postos médicos, construídos nos municípios do Longonjo e do Huambo.

Referiu que até Agosto último, o PIIM desembolsou para a província do Huambo perto de 24 mil milhões de Kwanzas.

Salientou que o relatório do Ministério da Administração do Território coloca a província do Huambo na terceira posição, em termos de execução do PIIM, depois de Luanda, capital do país, e da Huíla.

Já a governadora do Huambo, Lotti Nolika, exigiu maior celeridade na execução das acções do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios, independentemente dos avanços obtidos, com vista a conclusão dos projectos que visam o bem-estar das comunidades.

A reunião serviu para avaliar o ponto de situação das acções do PIIM, a conclusão do processo de transferência de Competências do nível provincial para o nível municipal, a preparação  do Registo Eleitoral, o ponto de situação do PRODESI, a massificação do registo de nascimento e atribuição do Bilhete de Identidade, bem como o grau de cumprimento das recomendações saídas na sessão anterior.

Esta província, localizada no Planalto Central de Angola, tem uma população estimada em mais de dois milhões e 500 mil habitantes, distribuída nos municípios do Bailundo, Caála, Cachiungo, Chicala-Cholohanga, Chinjenje, Ecunha, Huambo, Londuimbali, Longonjo, Mungo e Ucuma.

Os dados foram avançados pelo director do Gabinete local de Estudo, Planeamento e Estatística, Bernardo Elavoco, durante a VIII sessão Ordinária e Plenário do Governo Provincial do Huambo, orientada pela governadora Lotti Nolika.

Conforme o responsável, trata-se de duas escolas do I e II ciclo do ensino secundário no município do Mungo e a reabilitação de 2.5 quilómetros de estrada na sede comunal da Calenga, na municipalidade da Caála, cuja inauguração acontece nos próximos dias.

Bernardo Elavoco informou que entre as acções concluídas constam dois centros de saúde, igual número de postos médicos, construídos nos municípios do Longonjo e do Huambo.

Referiu que até Agosto último, o PIIM desembolsou para a província do Huambo perto de 24 mil milhões de Kwanzas.

Salientou que o relatório do Ministério da Administração do Território coloca a província do Huambo na terceira posição, em termos de execução do PIIM, depois de Luanda, capital do país, e da Huíla.

Já a governadora do Huambo, Lotti Nolika, exigiu maior celeridade na execução das acções do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios, independentemente dos avanços obtidos, com vista a conclusão dos projectos que visam o bem-estar das comunidades.

A reunião serviu para avaliar o ponto de situação das acções do PIIM, a conclusão do processo de transferência de Competências do nível provincial para o nível municipal, a preparação  do Registo Eleitoral, o ponto de situação do PRODESI, a massificação do registo de nascimento e atribuição do Bilhete de Identidade, bem como o grau de cumprimento das recomendações saídas na sessão anterior.

Esta província, localizada no Planalto Central de Angola, tem uma população estimada em mais de dois milhões e 500 mil habitantes, distribuída nos municípios do Bailundo, Caála, Cachiungo, Chicala-Cholohanga, Chinjenje, Ecunha, Huambo, Londuimbali, Longonjo, Mungo e Ucuma.