PN quer colaboração das autoridades tradicionais

Malanje - O segundo comandante provincial da Polícia Nacional (PN) de Malanje, Celso Binda, solicitou hoje (quarta-feira), maior envolvimento das autoridades tradicionais na denúncia de crimes violentos nas comunidades.

Ao intervir num encontro entre efectivos da PN e membros das autoridades tradicionais, Celso Binda disse que só em conjunto mais facilmente se poderá combater o crime nas comunidades.

Apelou ainda a participação dos líderes tradicionais na preservação do património público e no resgate dos valores morais, éticos, cívicos e patrióticos.

Defendeu a permanente interacção entre as autoridades tradicionais e os restantes membros da comunidade, no sentido de desencorajar práticas ilícitas e estimular a população a realizar tarefas voltadas ao desenvolvimento da circunscrição.

Afirmou que a PN vai continuar a trabalhar com as comunidades na manutenção da ordem e segurança pública, por meio do policiamento de proximidade.

O administrador municipal adjunto de Malanje, Edmar Teixeira, na ocasião, estimulou os líderes tradicionais a denunciarem os prevaricadores de bens públicos, tendo em conta que as acções dos mesmos prejudicam a comunidade.

Enquadrado no âmbito das festividades do 54º aniversário da PN, a assinalar-se a 28 deste mês, o encontro contou com a participação de mais de 50 membros das autoridades tradicionais e visou auscultar as principais preocupações destes líderes.

Ao intervir num encontro entre efectivos da PN e membros das autoridades tradicionais, Celso Binda disse que só em conjunto mais facilmente se poderá combater o crime nas comunidades.

Apelou ainda a participação dos líderes tradicionais na preservação do património público e no resgate dos valores morais, éticos, cívicos e patrióticos.

Defendeu a permanente interacção entre as autoridades tradicionais e os restantes membros da comunidade, no sentido de desencorajar práticas ilícitas e estimular a população a realizar tarefas voltadas ao desenvolvimento da circunscrição.

Afirmou que a PN vai continuar a trabalhar com as comunidades na manutenção da ordem e segurança pública, por meio do policiamento de proximidade.

O administrador municipal adjunto de Malanje, Edmar Teixeira, na ocasião, estimulou os líderes tradicionais a denunciarem os prevaricadores de bens públicos, tendo em conta que as acções dos mesmos prejudicam a comunidade.

Enquadrado no âmbito das festividades do 54º aniversário da PN, a assinalar-se a 28 deste mês, o encontro contou com a participação de mais de 50 membros das autoridades tradicionais e visou auscultar as principais preocupações destes líderes.