PN regista 19 suicídios em seis meses na província de Benguela

Benguela – Dezanove casos de suicídio foram registados na província de Benguela, nos últimos seis meses, pelo Comando local da Polícia Nacional em Benguela, informou, nesta sexta-feira, o porta-voz da corporação, inspector-chefe Ernesto Tchiwale.

Segundo o responsável, que falava à Angop, a propósito do Dia Mundial de Prevenção de  Suicídios, que hoje se assinala, em relação a igual  período anterior houve uma diminuição de 15 casos.

Os municípios de Benguela e do Lobito, com seis casos cada, e Chongoroi, com dois, registaram o maior número de ocorrências, seguidos do Cubal, Balombo e Catumbela, com o registo de um caso cada, respectivamente.

A faixa etária com mais casos vai dos 16 aos 63 anos de idade.

Segundo o responsável, as condições sociais dessas pessoas e conflitos familiares, onde, em muitos casos, esses cidadãos são acusados da prática de feitiçaria, estão na origem dos suicídios.

Ernesto Tchiwale adiantou ainda que a maior parte dos casos de suicídio ocorreu no interior de residências, com 13, e seis na via pública.

Entretanto, o porta-voz aproveitou a oportunidade para apelar a sociedade e, sobretudo, as igrejas, a persuadir os cidadãos a optarem por essa prática, uma vez que existem outras soluçãoes para a resoçução dos problemas.

O dia 10 de setembro é considerado o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio. A data foi criada pela Associação Internacional para a Prevenção do Suicídio e pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para chamar a atenção de governos e da sociedade civil para a importância do assunto. Anualmente, cerca de 800 mil pessoas tiram a própria vida no mundo, segundo dados da ONU.

Meliantes interditam EN 100 para vandalizar viaturas

Sete cidadãos, com idades compreendidas entre os 18 e 28 anos, foram detidos nesta sexta-feira, supostamente por terem interditado na noite desta quinta-feira a Estrada Nacional 100, no troço Benguela/Lobito, colocando pneus e pedras na via, com o intuíto de vandalizarem as viaturas e saquearem os bens.

Segundo Ernesto Tchiwale, tudo aconteceu após uma viatura ter atropelado mortalmente um jovem que residia no bairro do 27 e, em retaliação, os amigos do malogrado entenderam cortar a circulação e vandalizar algumas viaturas, com realce para um autocarro da empresa Rosalina Express, cujos passageiros viram os seus pertences serem levados pelos marginais.

O responsável adiantou que prontamente a Polícia foi accionada e fez-se ao local para repor a legalidade, que culminou com a detenção dos sete supostos implicados, bem como na recuperação dos bens roubados como telemóveis e outros meios.

O porta-voz aproveitou para tranquilizar a sociedade, frisando que a situação está controlada e a circulação encontra-se fluida nos dois sentidos.

Por outro lado, disse que dois supostos criminosos foram flagrados numa tentativa de assalto a mão armada e já se encontram detidos, com a respectiva arma de fogo com cano cortado.

Segundo o responsável, que falava à Angop, a propósito do Dia Mundial de Prevenção de  Suicídios, que hoje se assinala, em relação a igual  período anterior houve uma diminuição de 15 casos.

Os municípios de Benguela e do Lobito, com seis casos cada, e Chongoroi, com dois, registaram o maior número de ocorrências, seguidos do Cubal, Balombo e Catumbela, com o registo de um caso cada, respectivamente.

A faixa etária com mais casos vai dos 16 aos 63 anos de idade.

Segundo o responsável, as condições sociais dessas pessoas e conflitos familiares, onde, em muitos casos, esses cidadãos são acusados da prática de feitiçaria, estão na origem dos suicídios.

Ernesto Tchiwale adiantou ainda que a maior parte dos casos de suicídio ocorreu no interior de residências, com 13, e seis na via pública.

Entretanto, o porta-voz aproveitou a oportunidade para apelar a sociedade e, sobretudo, as igrejas, a persuadir os cidadãos a optarem por essa prática, uma vez que existem outras soluçãoes para a resoçução dos problemas.

O dia 10 de setembro é considerado o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio. A data foi criada pela Associação Internacional para a Prevenção do Suicídio e pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para chamar a atenção de governos e da sociedade civil para a importância do assunto. Anualmente, cerca de 800 mil pessoas tiram a própria vida no mundo, segundo dados da ONU.

Meliantes interditam EN 100 para vandalizar viaturas

Sete cidadãos, com idades compreendidas entre os 18 e 28 anos, foram detidos nesta sexta-feira, supostamente por terem interditado na noite desta quinta-feira a Estrada Nacional 100, no troço Benguela/Lobito, colocando pneus e pedras na via, com o intuíto de vandalizarem as viaturas e saquearem os bens.

Segundo Ernesto Tchiwale, tudo aconteceu após uma viatura ter atropelado mortalmente um jovem que residia no bairro do 27 e, em retaliação, os amigos do malogrado entenderam cortar a circulação e vandalizar algumas viaturas, com realce para um autocarro da empresa Rosalina Express, cujos passageiros viram os seus pertences serem levados pelos marginais.

O responsável adiantou que prontamente a Polícia foi accionada e fez-se ao local para repor a legalidade, que culminou com a detenção dos sete supostos implicados, bem como na recuperação dos bens roubados como telemóveis e outros meios.

O porta-voz aproveitou para tranquilizar a sociedade, frisando que a situação está controlada e a circulação encontra-se fluida nos dois sentidos.

Por outro lado, disse que dois supostos criminosos foram flagrados numa tentativa de assalto a mão armada e já se encontram detidos, com a respectiva arma de fogo com cano cortado.