PNUD apoia MINJUD no fomento do emprego e empoderamento da Mulher

  • Reunião entre ministra da Juventude e Desportos e Representante do Pnud em Angola
Luanda - O Ministério da Juventude e Desportos (MINJUD) beneficiará do apoio do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) no fomento ao auto emprego no seio da juventude e no empoderamento das adolescentes e jovens.

A garantia  foi  dada, nesta   quarta-feira, em Luanda, pelo  representante  do  PNUD  em  Angola,  Edo Stork,  durante  uma  audiência  com  a  titular  da  pasta  da  Juventude  e Desportos, Ana Paula do Sacramento Neto.

Edo Stork identificou o município do Cazenga como ponto de partida  para  a  implementação   de  um   projecto  que  visa  capacitar e profissionalizar os jovens para  o auto - emprego e manifestou o interesse da sua     instituição    em    participar    de    forma    activa    no    processo    de empoderamento das adolescentes e jovens, que têm influência directa no desenvolvimento das famílias.

No  âmbito  da  cooperação  com  o  governo  angolano,  o PNUD  irá  ainda replicar em Angola projectos de apoio à juventude, como o Youth-Connect, com grandes resultados em alguns países africanos.

Por sua vez a  Ana Paula Neto frisou que a intenção manifestada pelo PNUD vai complementar o trabalho desenvolvido  em  iniciativa com o  Programa  de Formação e Orientação Económica à Juventude, que visa encontrar uma saída por  via  do  empreendedorismo  e  acções no    quadro  do projecto  Juventude  Informada  Responsável  e  Organizada  (JIRO).

Este programa tem como objectivo cuidar  da  jovem  mulher  desde  a  base,  para  mais  tarde  capacita-la  para grandes responsabilidades na sociedade. 

As duas   instituições   estabeleceram   as   bases   de   uma   estratégia   de cooperação, que num futuro próximo, contará com o financiamento de um fundo Norueguês.

A garantia  foi  dada, nesta   quarta-feira, em Luanda, pelo  representante  do  PNUD  em  Angola,  Edo Stork,  durante  uma  audiência  com  a  titular  da  pasta  da  Juventude  e Desportos, Ana Paula do Sacramento Neto.

Edo Stork identificou o município do Cazenga como ponto de partida  para  a  implementação   de  um   projecto  que  visa  capacitar e profissionalizar os jovens para  o auto - emprego e manifestou o interesse da sua     instituição    em    participar    de    forma    activa    no    processo    de empoderamento das adolescentes e jovens, que têm influência directa no desenvolvimento das famílias.

No  âmbito  da  cooperação  com  o  governo  angolano,  o PNUD  irá  ainda replicar em Angola projectos de apoio à juventude, como o Youth-Connect, com grandes resultados em alguns países africanos.

Por sua vez a  Ana Paula Neto frisou que a intenção manifestada pelo PNUD vai complementar o trabalho desenvolvido  em  iniciativa com o  Programa  de Formação e Orientação Económica à Juventude, que visa encontrar uma saída por  via  do  empreendedorismo  e  acções no    quadro  do projecto  Juventude  Informada  Responsável  e  Organizada  (JIRO).

Este programa tem como objectivo cuidar  da  jovem  mulher  desde  a  base,  para  mais  tarde  capacita-la  para grandes responsabilidades na sociedade. 

As duas   instituições   estabeleceram   as   bases   de   uma   estratégia   de cooperação, que num futuro próximo, contará com o financiamento de um fundo Norueguês.