Polícia recupera PT de 630 KVA

  • PT roubado na Província do Huambo
Huambo – Um posto de transformação de energia electricidade (PT), com a capacidade de 630 KVA, furtado no bairro do Caluter, arredores da cidade do Huambo, foi recuperado pela Polícia Nacional.

Trata-se de um transformador instalado, em 2012, pela Empresa Nacional de Distribuição de Electricidade (ENDE), furtado no dia 17 deste mês.

Falando em conferência de imprensa, esta quinta-feira, o director do Gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa da delegação local do Ministério do Interior, intendente Martinho Kavita Satito, disse que o equipamento foi apreendido quando estava a  ser transportado à vizinha província do Bié, por quatro cidadãos, dois dos quais estrangeiros.

Na sequência, acrescentou, três cidadãos foram detidos, sendo dois angolanos e um chinês, enquanto outro de nacionalidade maliana encontra-se em fuga.

O responsável explicou que o crime ocorreu por volta das 10 horas do dia 17 deste mês,  quando os supostos meliantes, trajados com colete da ENDE, carregaram o PT com uma grua, igualmente, apreendida pela Polícia Nacional.

Martinho Kavita Satito disse que o equipamento estava ser transportado para a vizinha província do Bié onde devia ser vendido ao preço de dois milhões de Kwanzas.

Segundo a ENDE, o equipamento está avaliado em mais de 18 milhões de Kwanzas.

Este é o primeiro caso de furto de posto de transformação (PT) na província do Huambo, onde no princípio deste ano foram recuperados dois mil e 500 metros de cabos eléctricos.

Trata-se de um transformador instalado, em 2012, pela Empresa Nacional de Distribuição de Electricidade (ENDE), furtado no dia 17 deste mês.

Falando em conferência de imprensa, esta quinta-feira, o director do Gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa da delegação local do Ministério do Interior, intendente Martinho Kavita Satito, disse que o equipamento foi apreendido quando estava a  ser transportado à vizinha província do Bié, por quatro cidadãos, dois dos quais estrangeiros.

Na sequência, acrescentou, três cidadãos foram detidos, sendo dois angolanos e um chinês, enquanto outro de nacionalidade maliana encontra-se em fuga.

O responsável explicou que o crime ocorreu por volta das 10 horas do dia 17 deste mês,  quando os supostos meliantes, trajados com colete da ENDE, carregaram o PT com uma grua, igualmente, apreendida pela Polícia Nacional.

Martinho Kavita Satito disse que o equipamento estava ser transportado para a vizinha província do Bié onde devia ser vendido ao preço de dois milhões de Kwanzas.

Segundo a ENDE, o equipamento está avaliado em mais de 18 milhões de Kwanzas.

Este é o primeiro caso de furto de posto de transformação (PT) na província do Huambo, onde no princípio deste ano foram recuperados dois mil e 500 metros de cabos eléctricos.