PR elogia empenho dos Kimbanguistas na construção de infra-estruturas

  • Centro Materno Infantil da Igreja de Simon Kimbango
Luanda - O Presidente da República, João Lourenço, enalteceu este domingo (11), em Luanda, a aposta da Igreja Kimbanguista na edificação de infra-estruturas sociais nos domínios da educação e saúde, em prol das comunidades.

Numa mensagem, em alusão ao centenário da Igreja Kimbanguista, o Chefe de Estado destaca a clínica materno-infantil Simão kimbangu, inaugurada (dia 6 de Abril), no bairro Grafanil, em Viana.

A secretária para os Assuntos Sociais do Presidente da República, Fátima Viegas, leu a referida mensagem no culto de acção de graças, por ocasião do centésimo aniversário da fundação desta igreja.

“Gostaria de aproveitar esta oportunidade em que a Igreja está reunida para assinalar o seu centenário, para agradecer o amor,  gentileza e profundo sentido de respeito e solidariedade para com as comunidades angolanas”, lê-se na mensagem.

Na nota, João Lourenço ressalta que as acções sociais vão de encontro aos desafios do Executivo para a melhoria das condições de vida das populações angolanas.

Exortou ao líder espiritual da Igreja Kimbanguista,  Kissolokele Kiangani Paul, a continuar com o seu dinamismo, capacidade de liderança e espírito  inovador, bem como com o  trabalho em prol da unidade dos fiéis desta congregação religiosa.

O Chefe de Estado angolano apelou, igualmente, aos jovens kimbanguistas a serem pacificadores e defensores dos ideais preconizados pelo fundador da igreja, profeta Simão Kimbangu.

Mais projectos sociais

A propósito, o líder espiritual dessa congregação, Kissolokele Kiangani Paul, reafirmou a aposta da igreja em projectos de impacto social  em prol das comunidades.

Kisssolokele Paul afirmou que o papel da igreja  é  trabalhar, diariamente, para a reconciliação e o resgate dos valores morais e cívicos, acrescentando que, neste contexto, a educação dos jovens é um imperativo.

A igreja Kimbanguista foi fundada a 6 de Abril de 1921 pelo profeta Simão Kimbangu, na localidade de Nkamba,  República Democrática do Congo. Está  implantada em 37 países.

 

Numa mensagem, em alusão ao centenário da Igreja Kimbanguista, o Chefe de Estado destaca a clínica materno-infantil Simão kimbangu, inaugurada (dia 6 de Abril), no bairro Grafanil, em Viana.

A secretária para os Assuntos Sociais do Presidente da República, Fátima Viegas, leu a referida mensagem no culto de acção de graças, por ocasião do centésimo aniversário da fundação desta igreja.

“Gostaria de aproveitar esta oportunidade em que a Igreja está reunida para assinalar o seu centenário, para agradecer o amor,  gentileza e profundo sentido de respeito e solidariedade para com as comunidades angolanas”, lê-se na mensagem.

Na nota, João Lourenço ressalta que as acções sociais vão de encontro aos desafios do Executivo para a melhoria das condições de vida das populações angolanas.

Exortou ao líder espiritual da Igreja Kimbanguista,  Kissolokele Kiangani Paul, a continuar com o seu dinamismo, capacidade de liderança e espírito  inovador, bem como com o  trabalho em prol da unidade dos fiéis desta congregação religiosa.

O Chefe de Estado angolano apelou, igualmente, aos jovens kimbanguistas a serem pacificadores e defensores dos ideais preconizados pelo fundador da igreja, profeta Simão Kimbangu.

Mais projectos sociais

A propósito, o líder espiritual dessa congregação, Kissolokele Kiangani Paul, reafirmou a aposta da igreja em projectos de impacto social  em prol das comunidades.

Kisssolokele Paul afirmou que o papel da igreja  é  trabalhar, diariamente, para a reconciliação e o resgate dos valores morais e cívicos, acrescentando que, neste contexto, a educação dos jovens é um imperativo.

A igreja Kimbanguista foi fundada a 6 de Abril de 1921 pelo profeta Simão Kimbangu, na localidade de Nkamba,  República Democrática do Congo. Está  implantada em 37 países.