Residências da Centralidade da Caála começam a ser vendidas quinta-feira

  • Vista Parcial da Centralidade da Caála
Luanda – Três mil residências da primeira fase de venda dirigida, da Centralidade da Caála, na província do Huambo, começam a ser comercializadas quinta-feira (17), anunciou hoje, quarta-feira, o Ministério das Obras Públicas e Ordenamento do Território.

Segundo uma nota do ministério enviada hoje, quarta-feira, à Angop, o acto de lançamento da primeira fase de comercialização será orientado pela secretária de Estado para Ordenamento do Território, Ana Paula de Carvalho. 

A venda dirigida será para os funcionários públicos, jovens, empresas do sector público e privado, antigos combatentes e veteranos da pátria e pessoas com deficiência.

A nota acrescenta que a venda livre, por via de sorteio, aberto ao público em geral, acontecerá em Fevereiro de 2021.

A Centralidade da Caála contempla 4001 (quatro mil e uma) habitações, sendo que na fase de venda dirigida, serão comercializadas 75 por cento das residências, um total de 3.000.00 (três mil).

 

Segundo uma nota do ministério enviada hoje, quarta-feira, à Angop, o acto de lançamento da primeira fase de comercialização será orientado pela secretária de Estado para Ordenamento do Território, Ana Paula de Carvalho. 

A venda dirigida será para os funcionários públicos, jovens, empresas do sector público e privado, antigos combatentes e veteranos da pátria e pessoas com deficiência.

A nota acrescenta que a venda livre, por via de sorteio, aberto ao público em geral, acontecerá em Fevereiro de 2021.

A Centralidade da Caála contempla 4001 (quatro mil e uma) habitações, sendo que na fase de venda dirigida, serão comercializadas 75 por cento das residências, um total de 3.000.00 (três mil).