Resíduos extintos valorizados em feira de gestão pública

Luanda - Uma variedade de produtos reciclados e reaproveitados, fazem parte de uma exposição dedicada a primeira feira de serviços de gestão e projectos de valorização de resíduos, aberta hoje, sexta-feira, no distrito urbano do Benfica, município do Talatona, em Luanda.

Uma iniciativa da Agência Nacional de Resíduos Sólidos, em parceria com a Administração distrital do Benfica, a exposição decorre sob o lema “Proteger a biodiversidade para o desenvolvimento sustentável harmonioso”, contando com a participação de entidades colectivas e singulares.

Até ao dia 30 de Janeiro, sábado, o evento, enquadrado nas celebrações da Semana Nacional do Ambiente, proporciona amostras produzidas a base de papel, plásticos, borracha, pneus, vidros e óleo de cozinha, transformados em peças decorativas, detergentes e vestuários.

Proporciona também uma exposição de projectos de arborização de resíduos, criadas por instituições académicas, jogos com a recolha selectiva de lixo, para crianças, e uma praça de restauração.

No acto de lançamento, o secretário de Estado para a Cultura, Turismo e Ambiente, Helder Marcelino, disse que a iniciativa foi concebida para reforçar as campanhas de sensibilização e consciencialização da população sobre os impactos negativos do descarte inadequado de resíduos, cujo efeitos se fazem sentir na vida humana.

Uma iniciativa da Agência Nacional de Resíduos Sólidos, em parceria com a Administração distrital do Benfica, a exposição decorre sob o lema “Proteger a biodiversidade para o desenvolvimento sustentável harmonioso”, contando com a participação de entidades colectivas e singulares.

Até ao dia 30 de Janeiro, sábado, o evento, enquadrado nas celebrações da Semana Nacional do Ambiente, proporciona amostras produzidas a base de papel, plásticos, borracha, pneus, vidros e óleo de cozinha, transformados em peças decorativas, detergentes e vestuários.

Proporciona também uma exposição de projectos de arborização de resíduos, criadas por instituições académicas, jogos com a recolha selectiva de lixo, para crianças, e uma praça de restauração.

No acto de lançamento, o secretário de Estado para a Cultura, Turismo e Ambiente, Helder Marcelino, disse que a iniciativa foi concebida para reforçar as campanhas de sensibilização e consciencialização da população sobre os impactos negativos do descarte inadequado de resíduos, cujo efeitos se fazem sentir na vida humana.