Restos mortais do frei Victor Sabalo foram a enterrar

Sumbe - Os restos mortais do frei Victor Sabalo, da Paróquia do Chingo, no município do Sumbe, província do Cuanza, vítima de suposto suicídio, no rio Queve, foram a enterrar este sábado no cemitério local.

Segundo, a Rádio Ecclesia, o frei estava desaparecido desde quinta-feira (24) e o carro que conduzia e seus pertences foram encontrados na zona das Cachoeiras.

Populares da região disseram ter testemunhado quando o frei decidiu lançar-se às águas do rio Queve, que têm bastante correnteza e profundidade.

O frei Victor Sabalo nasceu há 51 anos, no município de Cassongue , província do Cuanza Sul, e foi ordenado frei e nomeado padre da Paróquia São Francisco de Assis do Chingo em  2009 e vigário judicial da Diocese do Sumbe.

 

 

Segundo, a Rádio Ecclesia, o frei estava desaparecido desde quinta-feira (24) e o carro que conduzia e seus pertences foram encontrados na zona das Cachoeiras.

Populares da região disseram ter testemunhado quando o frei decidiu lançar-se às águas do rio Queve, que têm bastante correnteza e profundidade.

O frei Victor Sabalo nasceu há 51 anos, no município de Cassongue , província do Cuanza Sul, e foi ordenado frei e nomeado padre da Paróquia São Francisco de Assis do Chingo em  2009 e vigário judicial da Diocese do Sumbe.