Serviços públicos com 75 por cento da força de trabalho

  • Vista parcial da cidade de Luanda, capital de Angola
Luanda – Os serviços públicos estão autorizados a aumentar, a partir desta segunda-feira, 11, a força de trabalho para 75 por cento.

De acordo com o novo Decreto Presidencial que actualiza as medidas de prevenção e controlo da propagação do Vírus SARS-CoV-2 e da Covid-19, a excepção vai para os serviços portuários, aeroportuários e conexos, aduaneiros, defesa e segurança, saúde, comunicações electrónicas, comunicação social, energia, águas, recolha de resíduos e estabelecimentos de ensino que podem operar com 100% da força de trabalho.

Os serviços públicos funcionam, segundo o documento, em todo o território nacional, no período das 8h00 às 15h00.

Já os serviços administrativos do sector privado funcionam entre as 6h00 e as 16h00, também com a presença de 75% da força de trabalho.

O Executivo avança que os serviços públicos e privados devem, sempre que possível, privilegiar o teletrabalho ou outros mecanismos para prestação de actividade laboral de modo remoto.

As novas medidas vão vigorar até ao dia 9 de Fevereiro.

De acordo com o novo Decreto Presidencial que actualiza as medidas de prevenção e controlo da propagação do Vírus SARS-CoV-2 e da Covid-19, a excepção vai para os serviços portuários, aeroportuários e conexos, aduaneiros, defesa e segurança, saúde, comunicações electrónicas, comunicação social, energia, águas, recolha de resíduos e estabelecimentos de ensino que podem operar com 100% da força de trabalho.

Os serviços públicos funcionam, segundo o documento, em todo o território nacional, no período das 8h00 às 15h00.

Já os serviços administrativos do sector privado funcionam entre as 6h00 e as 16h00, também com a presença de 75% da força de trabalho.

O Executivo avança que os serviços públicos e privados devem, sempre que possível, privilegiar o teletrabalho ou outros mecanismos para prestação de actividade laboral de modo remoto.

As novas medidas vão vigorar até ao dia 9 de Fevereiro.