SIC desmantela grupo que “aterrorizava” munícipes do Cubal

  • Efectivos da Polícia
Benguela – Um grupo integrado por cinco supostos criminosos, que nas últimas semanas realizava assaltos a mão armada no município do Cubal, província de Benguela, foi desmantelado e apresentado pelo Serviço de Investigação Criminal, apurou hoje, sexta-feira, a ANGOP.

Segundo o porta-voz do SIC na província de Benguela, subinspector Victorino Kotingo, os alegados criminosos, com idades compreendidas entre os 20 e 25 anos, são considerados altamente perigosos por usarem armas de fogo durante as suas acções.

Victorino Kotingo explicou que o grupo realizava assaltos a residências e na via pública, sempre com o recurso a três armas de fogo do tipo AKM e uma pistola, todas já recuperadas com os respectivos carregadores e munições.

O subinspector adiantou que, durante a detenção dos mesmos nas localidades de Yambala, Kapupa, povoações do Kamondongolo e Halo, todas no Cubal, foram apreendidas igualmente quatro motorizadas de marcas diversas e 850 mil kwanzas.

Os supostos meliantes foram já presentes ao agente do ministério público onde, no primeiro interrogatório, confessaram a autoria de diversos crimes e, devido ao risco de fuga e por representarem perigo á população, foi-lhes aplicada a medida cautelar de prisão preventiva, aguardando-se a conclusão da instrução preparatória dos autos.

Entretanto, o comandante municipal da PN no Cubal, superintendente Bernardo Segunda, referiu que a corporação registou nos últimos dois meses 35 crimes diversos, com realce para roubos e furtos com recurso a armas de fogo, tendo já sido detidos 15 cidadãos envolvidos nesses crimes.

O comandante municipal garantiu que o desmantelamento do grupo considerado perigoso vai permitir que os munícipes celebrem a quadra festiva em paz e tranquilidade, acrescentando que as forças de defesa e segurança estão já a afinar os aspectos estratégicos para o asseguramento deste período natalício antes, durante e depois da quadra festiva.

 

Segundo o porta-voz do SIC na província de Benguela, subinspector Victorino Kotingo, os alegados criminosos, com idades compreendidas entre os 20 e 25 anos, são considerados altamente perigosos por usarem armas de fogo durante as suas acções.

Victorino Kotingo explicou que o grupo realizava assaltos a residências e na via pública, sempre com o recurso a três armas de fogo do tipo AKM e uma pistola, todas já recuperadas com os respectivos carregadores e munições.

O subinspector adiantou que, durante a detenção dos mesmos nas localidades de Yambala, Kapupa, povoações do Kamondongolo e Halo, todas no Cubal, foram apreendidas igualmente quatro motorizadas de marcas diversas e 850 mil kwanzas.

Os supostos meliantes foram já presentes ao agente do ministério público onde, no primeiro interrogatório, confessaram a autoria de diversos crimes e, devido ao risco de fuga e por representarem perigo á população, foi-lhes aplicada a medida cautelar de prisão preventiva, aguardando-se a conclusão da instrução preparatória dos autos.

Entretanto, o comandante municipal da PN no Cubal, superintendente Bernardo Segunda, referiu que a corporação registou nos últimos dois meses 35 crimes diversos, com realce para roubos e furtos com recurso a armas de fogo, tendo já sido detidos 15 cidadãos envolvidos nesses crimes.

O comandante municipal garantiu que o desmantelamento do grupo considerado perigoso vai permitir que os munícipes celebrem a quadra festiva em paz e tranquilidade, acrescentando que as forças de defesa e segurança estão já a afinar os aspectos estratégicos para o asseguramento deste período natalício antes, durante e depois da quadra festiva.