Mais de 100 kits profissionais foram entregues a jovens no Zaire

Mbanza Kongo – Cento e três dos 150 kits profissionais atribuídos à província do Zaire foram já entregues aos jovens locais formados nos centros do Instituto Nacional de Emprego e Formação profissional (INEFOP), anunciou, esta quarta-feira, o director do Gabinete Provincial de Desenvolvimento Integrado, Sabino Maria da Conceição.

Conforme o responsável, que falava durante um encontro promovido pelo Conselho Provincial da Juventude (CPJ), mais de 60 jovens dos municípios de Mbanza Kongo, Soyo e Nzeto beneficiaram ainda de micro-créditos, no quadro do Plano de Acção de Apoio à Empregabilidade (PAPE).

O programa prêve abranger, nos próximos dias, a juventude das circunscrições do Cuimba, Nóqui e Tomboco.

Por sua vez, o secretário executivo do Conselho Provincial da Juventude (CPJ), Aguinelo Alberto, explicou que a realização desses encontros enquadra-se no projecto que visa a construção da capacidade de liderança dos jovens.

O coordenador da ong APDCH em Mbanza Kongo, Mengi Preto Valor Júnior, admitiu que os programas de fomento à produção nacional têm um grande impacto na geração de emprego para a juventude, defendendo, por isso, a necessidade da sua contínua divulgação.

A APDCH coordena, desde 2003, projectos de desenvolvimento comunitário, com maior impacto nas províncias de Luanda, Uíge e do Zaire.

Conforme o responsável, que falava durante um encontro promovido pelo Conselho Provincial da Juventude (CPJ), mais de 60 jovens dos municípios de Mbanza Kongo, Soyo e Nzeto beneficiaram ainda de micro-créditos, no quadro do Plano de Acção de Apoio à Empregabilidade (PAPE).

O programa prêve abranger, nos próximos dias, a juventude das circunscrições do Cuimba, Nóqui e Tomboco.

Por sua vez, o secretário executivo do Conselho Provincial da Juventude (CPJ), Aguinelo Alberto, explicou que a realização desses encontros enquadra-se no projecto que visa a construção da capacidade de liderança dos jovens.

O coordenador da ong APDCH em Mbanza Kongo, Mengi Preto Valor Júnior, admitiu que os programas de fomento à produção nacional têm um grande impacto na geração de emprego para a juventude, defendendo, por isso, a necessidade da sua contínua divulgação.

A APDCH coordena, desde 2003, projectos de desenvolvimento comunitário, com maior impacto nas províncias de Luanda, Uíge e do Zaire.