Novo sistema de água para Nzeto concluído em Dezembro

Mbanza Kongo – Um novo sistema de captação, tratamento e distribuição de água potável para a vila piscatória do Nzeto, província do Zaire, em construção desde Março deste ano, deverá ter a sua primeira fase concluída em Dezembro deste ano para beneficiar cinco mil famílias.

De acordo com administrador municipal do Nzeto, Augusto Tiago, em declarações esta sexta-feira, à ANGOP, o projecto está orçado em 5 mil milhões de Kwanzas e insere-se no programa de infra-estruturas integradas.  

Explicou que, inicialmente, a verba alocada era para a conclusão dos trabalhos de arruamentos da vila, mas devido a falta de água na localidade há sete anos, o governo provincial entendeu negociar com as estruturas centrais afins para que o valor fosse aplicado na construção de um novo sistema de abastecimento de água.

Disse estar já em construção no centro de distribuição 1, um reservatório elevado de água com capacidade para 500 metros cúbicos, estando também em projecção a edificação de um outro tanque com a mesma capacidade na zona das 200 casas para atender os novos bairros da vila.

Informou que uma linha de energia de média tensão de 16 quilómetros foi já construída na antiga captação para facilitar os trabalhos de instalação dos equipamentos e o funcionamento do novo sistema de água.

Disse acreditar que com a conclusão e subsequente entrada em funcionamento do novo sistema de água, a população do Nzeto verá suprida a carência deste líquido, que deixou de jorrar nas torneiras desde 2014.

A vila do Nzeto tem uma população estimada em 29 mil e 451 habitantes.

 

De acordo com administrador municipal do Nzeto, Augusto Tiago, em declarações esta sexta-feira, à ANGOP, o projecto está orçado em 5 mil milhões de Kwanzas e insere-se no programa de infra-estruturas integradas.  

Explicou que, inicialmente, a verba alocada era para a conclusão dos trabalhos de arruamentos da vila, mas devido a falta de água na localidade há sete anos, o governo provincial entendeu negociar com as estruturas centrais afins para que o valor fosse aplicado na construção de um novo sistema de abastecimento de água.

Disse estar já em construção no centro de distribuição 1, um reservatório elevado de água com capacidade para 500 metros cúbicos, estando também em projecção a edificação de um outro tanque com a mesma capacidade na zona das 200 casas para atender os novos bairros da vila.

Informou que uma linha de energia de média tensão de 16 quilómetros foi já construída na antiga captação para facilitar os trabalhos de instalação dos equipamentos e o funcionamento do novo sistema de água.

Disse acreditar que com a conclusão e subsequente entrada em funcionamento do novo sistema de água, a população do Nzeto verá suprida a carência deste líquido, que deixou de jorrar nas torneiras desde 2014.

A vila do Nzeto tem uma população estimada em 29 mil e 451 habitantes.