Zaire regista redução de acidentes de viação

Os acidentes de viação na província do Zaire reduziram, no período de Janeiro até a primeira quinzena de Novembro deste ano, para 192, em relação ao período homólogo de 2019 em que se registou 311 – menos 119.

De acordo com o superintendente-chefe, Francisco Issengel, responsável do Departamento Provincial de Trânsito e Segurança Rodoviária, a redução deve-se à disciplina e consequente respeito às normas do Código de Estrada por automobilistas e transeuntes.

Os acidentes provocaram a morte a 28 pessoas, menos 33 óbitos face a igual intervalo anterior, bem como ferimentos a 311 indivíduos, havendo uma redução de 34 feridos, segundo o responsável, que falava hoje, sexta-feira, à ANGOP, em Mbanza Kongo.

Informou que os danos materiais resultantes desta sinistralidade rodoviária foram estimados em 23 milhões, 609 mil e 500 Kwanzas, sendo que os atropelamentos contribuíram com 51 acidentes, sete mortes e 46 feridos.

A seguir foram as colisões entre veículos autos e motociclos, com 30 acidentes, seis óbitos e 78 feridos, e os despistes, com 25 acidentes, cinco mortes e 89 feridos.

 O município de Mbanza Kongo, capital da província, notificou 114 acidentes, 10 mortes e 185 feridos,  Soyo registou 39 sinistros, sete mortes e 36 feridos.

O oficial da polícia apelou, na ocasião, que esta disciplina dos automobilistas e peões se mantenha, sobretudo, antes, durante e após a quadra festiva (Natal e Festa de Fim de Ano) que se avizinha.