Administração do Cuito licencia taxistas e moto-taxistas

Cuito- Mais de três mil taxistas e moto-taxistas do município do Cuito, capital da província do Bié, começaram hoje nesta cidade a ser cadastrados e licenciados no Portal do Munícipe, visando exercerem legalmente a actividade nesta região.

A campanha, que vai decorrer durante todo ano de 2021, visa também nesta fase sensibilizar os moto-taxistas e taxistas para aquisição da documentação necessária, assim como permitir com que não haja mais nenhum profissional a exercer actividade ilegal.

Na ocasião, o responsável da Associação de Taxistas de Angola (ATA) do Bié, Emanuel Saunge, disse à Angop que a organização controla no Cuito 523 taxistas, sendo que apenas 163 estão licenciados.

Referiu igualmente que pretendem expandir a actividade a nível dos outros municípios.

Já o delegado da Associação dos Moto-taxistas de Angola (Amontrag) nesta região, Luís Cardoso, assegurou que, neste momento, estão controlados três e 850 moto-taxistas, estando somente licenciados 780.

O administrador do Cuito, Abel Guerra Paulo, enalteceu o papel destes profissionais, sublinhando que, com o cadastramento e licenciamento, as autoridades pretendem também conferir mais dignidade a actividade nesta cidade.

Por isso, asseverou que a administração local vai criar mais espaços de parqueamento e paragens dos taxistas e moto-taxistas, visando facilitar igualmente os passageiros.

Abel Paulo Guerra acrescentou ainda que as entidades governamentais vão promover este ano seminários de capacitação aos taxistas e moto-taxistas do Cuito, de modo a respeitarem as regras de trânsito e não só.

O município do Cuito possui uma população de cerca de 500 mil habitantes, na sua maioria camponeses.

A campanha, que vai decorrer durante todo ano de 2021, visa também nesta fase sensibilizar os moto-taxistas e taxistas para aquisição da documentação necessária, assim como permitir com que não haja mais nenhum profissional a exercer actividade ilegal.

Na ocasião, o responsável da Associação de Taxistas de Angola (ATA) do Bié, Emanuel Saunge, disse à Angop que a organização controla no Cuito 523 taxistas, sendo que apenas 163 estão licenciados.

Referiu igualmente que pretendem expandir a actividade a nível dos outros municípios.

Já o delegado da Associação dos Moto-taxistas de Angola (Amontrag) nesta região, Luís Cardoso, assegurou que, neste momento, estão controlados três e 850 moto-taxistas, estando somente licenciados 780.

O administrador do Cuito, Abel Guerra Paulo, enalteceu o papel destes profissionais, sublinhando que, com o cadastramento e licenciamento, as autoridades pretendem também conferir mais dignidade a actividade nesta cidade.

Por isso, asseverou que a administração local vai criar mais espaços de parqueamento e paragens dos taxistas e moto-taxistas, visando facilitar igualmente os passageiros.

Abel Paulo Guerra acrescentou ainda que as entidades governamentais vão promover este ano seminários de capacitação aos taxistas e moto-taxistas do Cuito, de modo a respeitarem as regras de trânsito e não só.

O município do Cuito possui uma população de cerca de 500 mil habitantes, na sua maioria camponeses.