Construção da ponte Ana Passion com 40 porcento de execução

Sumbe – A construção da ponte Ana Passion, Estrada Nacional (EN) 100, no Sumbe, província do Cuanza Sul, com término previsto para 2021, tem um grau de execução física de 40 porcento, soube hoje a Angop da construtora.

A construção da ponte Ana Passion tem um valor global de um milhão, 807 mil, 216, 38 dólares americanos e está enquadrada no lote 3 (Rio Queve/Sumbe), com um percurso de 47,10 quilómetros, adjudicada à empresa Chine Harbour Engineering Company (CHEC).

O porta voz da empresa CHEC, Pedro Costa, disse, no final de uma visita de constatação realizada hoje pelo governador do Cuanza Sul, Job Capapinha, que neste momento decorrem trabalhos de construção das fundações para suportar o tráfego pesado e as passagens hidráulicas.

Numa recente comunicação, o vice governador do Cuanza Sul para Infraestruturas e serviços Técnicos, Demétrio Sepúlveda, avançou que a ponte tem um contrato de 450 mil, 267,75 dólares e uma adenda de um milhão, 356 mil, 948,63 dólares.

A ponte tem 74 metros de comprimentos, seis de largura e 15 de altura.

Os trabalhos iniciaram em Setembro último com a demolição da antiga ponte.

“Temos a construção do betão em formação de fundação, com um comprimento de 24 metros, dos 40 metros projectados”, acrescentou.

A antiga estrutura da ponte que ligava as regiões norte e sul do país não oferecia condições de segurança ao tráfego rodoviário pesado.

A circulação sobre a ponte Ana Passion está interdita desde Julho último e neste momento está a ser feita através de duas estradas alternativas, num percurso de 20 quilómetros até à cidade do Sumbe, contra os 12 quilómetros (a partir da ponte).

A construção da ponte Ana Passion tem um valor global de um milhão, 807 mil, 216, 38 dólares americanos e está enquadrada no lote 3 (Rio Queve/Sumbe), com um percurso de 47,10 quilómetros, adjudicada à empresa Chine Harbour Engineering Company (CHEC).

O porta voz da empresa CHEC, Pedro Costa, disse, no final de uma visita de constatação realizada hoje pelo governador do Cuanza Sul, Job Capapinha, que neste momento decorrem trabalhos de construção das fundações para suportar o tráfego pesado e as passagens hidráulicas.

Numa recente comunicação, o vice governador do Cuanza Sul para Infraestruturas e serviços Técnicos, Demétrio Sepúlveda, avançou que a ponte tem um contrato de 450 mil, 267,75 dólares e uma adenda de um milhão, 356 mil, 948,63 dólares.

A ponte tem 74 metros de comprimentos, seis de largura e 15 de altura.

Os trabalhos iniciaram em Setembro último com a demolição da antiga ponte.

“Temos a construção do betão em formação de fundação, com um comprimento de 24 metros, dos 40 metros projectados”, acrescentou.

A antiga estrutura da ponte que ligava as regiões norte e sul do país não oferecia condições de segurança ao tráfego rodoviário pesado.

A circulação sobre a ponte Ana Passion está interdita desde Julho último e neste momento está a ser feita através de duas estradas alternativas, num percurso de 20 quilómetros até à cidade do Sumbe, contra os 12 quilómetros (a partir da ponte).